Brasileirão tem quase 50% dos jogadores já infectados por Covid-19, aponta pesquisa

FOTO: MARCELO CORTES/FLAMENGO

Na última terça-feira (01), Arrascaeta testou positivo para a Covid-19 e foi cortado da Seleção do Uruguai. O resultado foi confirmado em contraprova realizada e divulgada na quarta (02). Em meio a tantos casos no futebol brasileiro, pesquisadores da Universidade Federal da Paraíba (UFPB) fizeram um estudo que mapeou os jogadores infectados pela doença no Campeonato Brasileiro 2020. Os dados revelaram que 48% dos atletas da Série A contraíram o vírus.

Para ilustrar, os quatro estudantes que realizaram a pesquisa analisaram 625 jogadores dos 20 clubes que disputaram o Campeonato Brasileiro 2020, com idade média de 25 anos. No total, 302 atletas testaram positivo para a Covid-19. Dessa forma, é possível constatar que quase 50% contraiu o vírus.

De acordo com o estudo, o clube mais afetado pela doença, de forma proporcional à quantidade de atletas em cada time, foi o Fluminense, com 26 dos 27 jogadores infectados em determinado momento do Brasileirão. O Athletico Paranaense apareceu como segundo colocado, com 20 dos 21 esportistas contaminados. Assim, as duas equipes possuem um percentual de 95% de afetados. São Paulo e Sport aparecem como os menores percentuais, com cerca de 10%.


Saiba como se dar bem duplamente com vitórias do Flamengo!


O Flamengo também foi um dos clubes mais afetados pela Covid-19. Ao todo, 28 atletas já contraíram a doença, sendo Arrascaeta o único caso de reinfecção do novo coronavírus. Em isolamento, o meia, por enquanto, segue na lista do Uruguai para a Copa América, que será realizada no Brasil

Veja também

Participe da conversa

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • Existem todos os protocolos possíveis dos clubes para os jogadores não se contaminarem nos treinos e nos jogos.
    Quanto às folgas, aí é com os jogadores.