Bruno Henrique dá o ‘vapo’, marca duas vezes e garante vitória do Flamengo em despedida de Gerson

FOTO: ALEXANDRE VIDAL/FLAMENGO

Por: Paula Mattos

Flamengo e Fortaleza entraram em campo na noite desta quarta-feira (23), às 19h (horário de Brasília), no Maracanã, em jogo válido pela sexta rodada do Campeonato Brasileiro. No jogo de despedida de Gerson, o Mengo tentava aproveitar o fator casa para garantir mais uma vitória no torneio nacional e encerrar o ‘ciclo’ do camisa 8 em grande estilo. Os três pontos conquistados pelo Fla, aliás, deram lucro em casas de apostas. Para quem realizou o bet365 cadastro, o jogo ainda teve uma emoção a mais garantida, de forma simples e com poucos passos.

O JOGO:

No primeiro minuto da partida o Flamengo teve uma boa chance, após erro do goleiro Felipe Alves, que deu bobeira e foi interceptado por Pedro, atento na jogada. A bola sobrou para Vitinho que chutou de longe e mandou por cima do gol. Foi a primeira oportunidade do Mais Querido no confronto.

Os 15 minutos iniciais foram marcados por amplo domínio do Flamengo, que não deu ao Fortaleza chances de oferecer perigo a Diego Alves. Com pressão na saída de bola, o Mengo ‘complicava’ a vida do adversário em busca do primeiro gol do duelo, que veio aos 21. Bruno Henrique, atento, aproveitou a bobeada da defesa adversária, roubou entro da área e chutou rasteiro para abrir o placar no Maracanã. Mengo 1 a 0 com direito a ‘vapo coletivo’ na comemoração. Noite de fortes emoções para Gerson e os torcedores do Flamengo.

Sem tirar o pé do acelerador, contra-ataque fulminante do Flamengo aos 29. Michael comandou a jogada em velocidade e finalizou para ampliar o marcador, mas parou em excelente defesa de Felipe Alves, que impediu o segundo tento rubro-negro. Na sequência da jogada, Vitinho cobrou dentro da área e Rodrigo Caio cabeceou forte, mas a bola foi pela lateral do gol adversário.

Após duas chances seguidas do Mengo, foi a vez do Fortaleza tentar levar perigo à Diego Alves. Pikachu recebeu livre pela esquerda e mandou um chutaço para fora.

Em ampla demonstração de superioridade e domínio, o Flamengo conseguiu trabalhar as jogadas e encontrou espaço para garantir o segundo gol antes do intervalo. Pedro trabalhou com Bruno Henrique, que carregou a bola e finalizou para marcar novamente. Mengo 2 a 0.

O Flamengo encerrou o primeiro tempo com 69% de posse de bola, 242 passes certos, 14 finalizações, seis escanteios e dois gols: ambos marcados por Bruno Henrique.


Saiba como se dar bem duplamente com vitórias do Flamengo!


Na volta do intervalo, logo aos 20 segundos da etapa final, após total desatenção da defesa rubro-negra, gol do Fortaleza, que diminuiu a vantagem e anotou 2 a 1 no placar.

Na tentativa de retomar a boa diferença no marcador, o Fla teve chance com Bruno Henrique. O atacante partiu em velocidade pela direita, viu Felipe Alves adiantado e tentou surpreender, mas a bola explodiu no travessão.

Após amplo domínio na primeira etapa, o Flamengo mostrou bastante desatenção no segundo tempo e a partida ficou totalmente aberta. Na tentativa de corrigir, Rogério Ceni fez dupla substituição aos 17 minutos: tirou Vitinho e Pedro para as entradas de João Gomes e Muniz. Pedro Guilherme, no entanto, não gostou nem um pouco da alteração e saiu reclamando bastante.

Aos 22, lance inacreditável perdido pelo Flamengo, que teve a oportunidade de matar o jogo. Michael trabalhou com João Gomes, que chutou rasteiro para a área. Gerson, sozinho, finalizou na segunda trave e parou em boa defesa de Felipe Alves. o rebote, Matheuzinho mandou uma bomba rumo à meta adversária, e Benevenuto salvou em cima da linha.

Já próximo da reta final do segundo tempo, o Fortaleza começou a se encontrar no jogo, buscando o empate e obrigando Diego Alves a trabalhar. Aos 30, após boa cobrança de lateral, Crispim finalizou na pequena área, mas parou nas mãos do arqueiro do Mengo. Na tentativa de oxigenar o time, Ceni voltou a mexer aos 36, quando tirou Filipe Luís para a entrada de Renê.

Apesar de tentar sufocar o Flamengo nos minutos finais, o Fortaleza não conseguiu superar o bom jogo do Mais Querido, que garantiu o resultado e conseguiu encerrar com ‘chave de ouro’ o ciclo de Gerson, que teve seu último compromisso com o Manto Sagrado. Na tentativa de segurar o placar, Ceni fez a última substituição nos acréscimos, e tirou Diego Ribas para a entrada de Hugo Moura. Sem mais surpresas, fim de papo no Maracanã: Flamengo 2 a 1 Fortaleza.

Veja também

Participe da conversa

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • Obrigado Gerson, obrigado Vapo.. até logo.. multi campeão de tudo..