Ceni destrincha erros do Flamengo em derrota, mas afirma: “Controlamos a partida”

FOTO: ALEXANDRE VIDAL/FLAMENGO

No último sábado (19), o Flamengo perdeu por 3 a 2 para o Red Bull Bragantino, no Maracanã, pela quinta rodada do Campeonato Brasileiro. A derrota quebrou os 16 jogos de invencibilidade do Rubro-Negro com Rogério Ceni, que retornou ao comando do time no gramado. Ao fim da partida, o técnico analisou o confronto.

Durante entrevista coletiva, Ceni avaliou a partida do Flamengo e apontou os erros da equipe. Para o treinador, o elenco do Mais Querido pecou na transição da jogada e isso foi crucial para o resultado do jogo.

– Um grande jogo, mas eu acho que controlamos a partida. Tivemos um percentual alto de posse de bola, criamos grandes chances, mas pecamos um pouco na transição. Isso além do gol casual (o segundo), em que há um bate e rebate e sobra pro jogador do Bragantino. Acho que a maior desatenção foi no primeiro gol, por conta da bola parada – antes de completar:


Quem será o próximo a perder para o Mengão? Saiba como lucrar com previsões esportivas!


– Um time que joga em linha alta e que está sempre em função do gol, como é o nosso caso, quando pega jogadores rápidos acaba sofrendo na transição. Então nós temos que estar preparados para matar a jogada, mas hoje falhamos nesse sentido – finalizou.

Com a derrota, o Flamengo permaneceu em nono lugar, com seis pontos conquistados e dois jogos adiados. O próximo compromisso do Rubro-Negro é contra o Fortaleza, na quarta-feira (23), às 19h (horário de Brasília), no Maracanã, pela sexta rodada do Campeonato Brasileiro.

Veja também

Participe da conversa

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • Porquê não assume que deveria ter usado os reservas no final? O Bragantino mostrou isso pra ele. Tanto que o gol foi do jovem que entrou e em contrataque rápido diante de jogadores cansados. Ele tem medo de substituir e o vc cara ficar chateado com ele

  • Porquê não assume que deveria ter usado os reservas no final? O Bragantino mostrou isso pra ele. Tanto que o gol foi do jovem que entrou e em contrataque rápido diante de jogadores cansados. Ele tem medo de substituir e o vc cara ficar chateado com ele…

  • Só em começar o jogo com Vitinho, o sufoco já seria certo.
    É notório que o Bruno Henrique não aguenta mais correr igual a um louco e ver Vitinho fazendo as cagadas de sempre, se conseguir acertar se quer um escanteio.
    Se o Rogério Ceni continuar insistindo com Vitinho, vai rodar rápido do Flamengo.

  • Concordo com Ceni, realmente a transição rápida de jogo do bragantino colocou a zaga do
    flamengo em dificuldade, a pergunta é a seguinte, se os caras estavam chegando na área
    com facilidade e o treinador viu que Diego e Gerson por cansaço e Vitinho por característica
    não estavam acompanhando os jogadores do bragantino, porque não substituiu eles por
    João Gomes e Hugo Moura. Ao invés disso tirou Michael e colocou Max QUE É RESERVA NA
    BASE, e joga DE MEIA, e colocou o garoto pra jogar de ponta esquerda. A leitura do Ceni foi
    perfeita, a solução é que foi uma porcaria, são erros assim que numa decisão de mata mata
    podem custar a libertadores e copa do Brasil.