Gerente Técnico e ídolo do Fla, Juan exalta goleada sobre o Bahia e parabeniza grupo por atuação de gala

FOTO: ALEXANDRE VIDAL/FLAMENGO

Na noite do último domingo (18), em jogo válido pela 12ª rodada do Campeonato Brasileiro, o Flamengo atropelou o Bahia e aplicou um 5 a 0 em Salvador. Após a partida, Juan, Gerente Técnico e ídolo do Rubro-Negro, celebrou a goleada nas redes: “Grande vitória!! Seguimos trabalhando!! Parabéns ao grupo”, escreveu.

VEJA A PUBLICAÇÃO

Como citado, Juan atualmente exerce a função de Gerente Técnico do Mais Querido. O ex-zagueiro é responsável pela implementação gradual da metodologia do futebol profissional nas categorias de base do clube, sobretudo no sub-20. Ao lado do Gerente de Transição, Carlos Noval, o ídolo tem feito um trabalho visto como crucial pela diretoria flamenguista.

Amigo pessoal e ex-companheiro de Renato Gaúcho, Juan tem sido fundamental neste início de trabalho do técnico no Flamengo. Portaluppi chegou na metade da temporada e tem de focar diariamente nos treinamentos da equipe profissional. Desse modo, não consegue observar todas as atividades e jogos das categorias base. E é neste momento que o ex-zagueiro e hoje Gerente Técnico entra em cena. Juan avalia os jovens atletas e repassa as informações levantadas para o comandante do elenco principal.


Saiba como se dar bem duplamente com vitórias do Flamengo!


Com Juan na torcida, o Flamengo vira a chave e ‘joga a vida’ na Copa Libertadores nesta quarta-feira (21). O Clube da Gávea encara o Defensa y Justicia, às 21h30 (horário de Brasília), no Estádio Mané Garrincha, pelo jogo de volta das oitavas de final da competição continental. O Coluna do Fla, como de costume, te deixa por dentro de tudo do duelo com a transmissão mais pé quente e rubro-negra da internet, via YouTube.

Veja também

Participe da conversa

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • Agora esse falso rubro negro e sanguessuga do Juan aparece ? Ele é pago para fazer o que ? Nada … Nunca aparece, principalmente quando o time perde e agora dá as caras ? Eu não esqueci que clube ele escolheu quando voltou da Europa … Ele escolheu o Internacional e não o Flamengo e escolheu o Internacional pois a família dele mora em Porto Alegre, e todos torcem para o Inter e não o Flamengo, ele tem carinho pelo Flamengo por ser o clube formador dele mas ele ama o Internacional e só voltou para o Flamengo pois o Internacional o dispensou devido as lesões e baixo desempenho.

    Ass: Nilson Carioca – TJF