Presidente do Defensa y Justicia lamenta presença de público contra o Flamengo: “Já não temos solução”

FOTO: DIVULGAÇÃO/DEFENSA Y JUSTICIA

Por: Ana Beatriz Zayat e Guilherme Xavier

Ao longo das últimas semana, o Flamengo subiu o tom para que o público fosse liberado em seus compromissos. Em busca de ‘isonomia’, por conta da final da Copa América, o Mais Querido obteve sucesso e governo do Distrito Federal acatou o pedido rubro-negro. Dessa forma, a partida contra o Defensa y Justicia, pela Libertadores, contará com cerca de 15 mil torcedores do Fla. No entanto, nem todos ficaram satisfeitos com a medida.

Em contato com a reportagem do Coluna do Fla, o presidente do Defensa y Justicia, José Lemme, demonstrou insatisfação com a mudança. Isso porque, segundo ele, o clube argentino não teve a oportunidade de ter seus adeptos no jogo de ida. No entanto, o dirigente afirmou que não há mais nada a ser feito nessa situação: “Lamentavelmente nós não podemos jogar com público em todo o país (ele se referiu por mudar de cidade). Mas já tá feito, não tem solução.”, afirmou.

Apesar da insatisfação dos dirigentes argentinos, como mencionado, o Defensa y Justicia acatou o pedido de mudança do Flamengo. No entanto, a medida não foi fácil, visto que a Conmebol teve que pedir o ‘bom senso’ da equipe de Buenos Aires. Agora no Mané Garrincha, o confronto segue marcado para a próxima quarta-feira (21), às 21h30 (horário de Brasília). Por ter vencido a ida, o Mais Querido tem a vantagem do empate.


Aproveite a boa fase do Flamengo para lucrar!


Antes de lutar pela vaga nas quartas de final da Libertadores, o Rubro-Negro tem um compromisso importante pelo Brasileirão. Neste domingo (18), os comandados de Renato Portaluppi enfrentam o Bahia, às 21h30 (horário de Brasília), no Estádio Pituaçu. A partida contará com transmissão do Coluna do Fla, a mais rubro-negra da internet, no YouTube.

Veja também

Participe da conversa

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • Concordo com o AndréVillas. Os que estão discordando e ofendendo-o são desonestos. Se fosse o contrário, estariam todos putinhos…

  • Aproveitando a oportunidade, galera do Coluna do Fla, pare de dar o espaço principal da página com a escalação do time adversário, antes dos jogos do Mengão, dá até azar… Sempre que vou entrar na página, antes do jogo, tomo até um susto com o destaque dado ao adversário, fica a dica de quem está sempre acompanhando vcs… Obrigado…. SRN…. ST sempre…Tudo pelo Fla, nada do Fla.

  • André procura outro time p tu otário se eles não pediram antes no jogo de ida a presença de público a culpa n é do flamengo que fez o pedido e foi acatado. Seu modinha do caralho

  • André Villas, a CONMEBOL liberou público, para todas as partidas da Libertadores, desde que o governo local estivesse de acordo e com as medidas de segurança cabíveis… Então, não houve presença de público no jogo de ida, porque na Argentina não está liberada. Ás vezes a galera da Coluna do Fla, parece não informar corretamente a notícia, ou redigem mal o texto… Logo não foi o Mengão que forçou a CONMEBOL a liberar o público…SRN….ST sempre…Tudo pelo Fla, nada do Fla.

  • Achei muito errado tbm , o Fla deveria fazer este pedido a partir das quartas , seria igualdade de condições , independente se na Argentina poderá ter público ou não . Isto só torna o clube mal visto perante a todos . Atitude bem lamentável