Renato Gaúcho reconhece erros do Fla contra o Defensa, mas dispara: “Não adianta praticar um futebol bonito e perder”

FOTO: ALEXANDRE VIDAL/FLAMENGO

Em sua estreia como técnico do Flamengo, Renato Gaúcho iniciou com o pé direito e venceu o Defensa y Justicia por 1 a 0, na Argentina. A atuação do Mengo não foi das melhores, mas o resultado garante vantagem para o jogo de volta, que vale a classificação para a próxima fase. Questionado sobre a , o treinador

No momento, sim (a distribuição da equipe foi a melhor). Eu achei que era a melhor forma, até porque a gente não tem tido tempo para treinar, eu fiz apenas um treinamento tático, mas eu não me incomodo com isso. O mais importante de tudo foi a vitória. Não adianta praticar um futebol bonito, jogar, todo mundo ficar satisfeito e, de repente, você perder a partida -, disse o técnico, que prosseguiu:


Saiba como se dar bem duplamente com vitórias do Flamengo!


Nas próximas partidas, provavelmente vai ser isso: uma equipe bastante desfalcada, que jogou com muita raça, muita determinação. Mas, o entrosamento não é o mesmo. A equipe principal do Flamengo já tem aquele entrosamento necessário, que é muito bom. No  momento que você mexe bastante devido às lesões, fica difícil. Eu sabia que nós iríamos encontrar bastante dificuldade hoje, como encontramos. Mas, não é fácil ganhar fora de casa, Libertadores é sempre jogo complicado, jogo difícil, independente do resultado. Hoje, prevaleceu a vontade. Concordo que o Flamengo não esteve tão bem, cometemos alguns erros, mas o mais importante foi a vitória. Temos mais 90 minutos pra jogar no Brasil e carimbar a passagem para a próxima fase -, avaliou.

O jogo de volta contra o Defensa y Justicia será no disputado no Maracanã, na próxima quarta-feira (21), e o Flamengo vai tentar aproveitar o fator casa e a vantagem no marcador para garantir a classificação para as quartas de final. A bola vai rolar às 21h30 (horário de Brasília), e você poderá acompanha a transmissão mais rubro-negra da internet com o Coluna do Fla.

OUÇA A NARRAÇÃO DO GOL DA VITÓRIA DO FLAMENGO:

Veja também

Participe da conversa

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • Rogério Ceni nunca foi técnico para o Flamengo nem ele mesmo acredita nessa façanha.Agora Renato Gaúcho tem que arrumar a casa que o aprendiz bagunçou,e também não ficar inventando e falando merda.

  • Não sou torcedor do Rogério, sou torcedor do Flamengo. Apóio qualquer treinador que estiver a frente do Flamengo no dia. Mas não concordo em ficar trocando treinador por qualquer derrota, e especialmente devido a pressão da imprensa. Não adianta dizer que foi a torcida, já que a torcida não tem nem ido ao estádio. O Flamengo é repleto de sanguessugas. Se deixarem, ficam manipulando e criando crises o tempo todo. E essa diretoria é fraca nesse sentido, já provou que se deixa levar pela pressão.

  • Ceni era um despreparado. Acabou por desfigurar completamente o time. Em 9 meses de trabalho o Flamengo não evoluiu 1 centímetro. Agora vamos ter que remar contra a maré para reposicionar o time no patamar de antes. O duro é fazer isso com as competições em andamento e a galera cobrando resultados imediatos. O duro é fazer isso quando o plantel não foi reforçado, pelo contrário, perdeu qualidade. O que se pôde tirar de bom ontem foi ver um técnico reagindo as mudanças e trazendo o resultado que precisávamos. Vale ainda lembrar que João Gomes, ER, Thiago Maia e até o Arrascaeta se apresentaram abaixo das possibilidades de cada um.

  • Ceni era um despreparado. Acabou por desfigurar completamente o time. Em 9 meses de trabalho o Flamengo não evoluiu 1 centímetro. Agora vamos ter que remar contra a maré para reposicionar o time no patamar de antes. O duro é fazer isso com as competições em andamento e a galera cobrando resultados imediatos. O duro é fazer isso quando o plantel não foi reforçado, pelo contrário, perdeu qualidade. O que se pôde tirar de bom ontem foi ver um técnico reagindo as mudanças e trazendo o resultado que precisávamos. Vale ainda lembrar que João Gomes, ER, Thiago Maia e até o Arrascaeta se apresentaram abaixo das possibilidades de cada um.

  • Rogério Ceni não teve tempo? Teve até uma pré-temporada pra corrigir as falhas do time, mas por pura incompetência não conseguiu.
    Quem defende esse amador deveria torcer pra ele em outro clube e deixar o Flamengo em paz.

  • Achei totalmente errada a demissão do Rogério Ceni. Treinador tem que ter tempo, apoio, e ser cobrado ao final da temporada. RC foi campeão brasileiro e carioca com o time jogando bem. Começou o Brasileirão sem seus principais jogadores e se manteve na parte de cima da tabela, perdendo jogos de forma totalmente casual, como contra Bragantino e Juventude. Não esperaram nem a volta dos titulares para julgar seu trabalho. Agora, colocaram o Renato, que é um cara sem vergonha de jogar na retranca, que adora poupar jogadores e priorizar competições. Reclamavam do Ceni porque ele não admitia culpa nas derrotas. Renato Gaúcho nesse ponto é muito pior. Mas ele terá uma vantagem, que é não poder ser demitido. Acho que isso foi a melhor coisa que a CBF já fez pelo futebol brasileiro. Se não, não duraria até o final do ano. Ninguém resiste a 3 derrotas no Flamengo, mesmo que seja com time reserva, em competições menos importantes. Resta torcer para o trabalho dar certo em alguma competição.

  • O Ranto Gaucho vai ter muito trabalho com esse time do Flamengo, em especial o sistema defensivo. Léo Pereira é horrivel, Gustavo Henrique é muito oscilante, Isla é o pior lateral dos últimos anos do Flamengo, o cara não sabe marcar, o cara não sabe cruzar uma bola, o cara não acerta um passe, ele é horrível.