Zico lamenta lesão de Diego, envia recado para o meia e avalia que Ceni está bem servido na posição

FOTO: REPRODUÇÃO / SPORTV

Na vitória contra o Cuiabá por 2 a 0, na última quinta (01), Diego sofreu uma entorse no joelho esquerdo. Reavaliado no dia seguinte, na última sexta (02), no Centro de Treinamento, o departamento médico estipulou o prazo de dez dias para o retorno do atleta. Zico, maior ídolo da Nação Rubro-Negra, em vídeo em seu canal “Zico 10“, lamentou a lesão, mandou um recado para o atual camisa 10 do Fla e falou da sua importância na sua nova posição.


Saiba como se dar bem duplamente com vitórias do Flamengo!


Uma pena. Um jogador que com todos os méritos, conquistou a posição, a confiança numa posição que é nova pra ele ali no meio. Uma alteração que para muitos é contestada com a puxada do Arão pra zaga e a entrada do Diego, então, o Rogério apostou nisso porque o Diego é um bom jogador, tem um bom toque de bola, um bom posicionamento, um cara que tem uma liderança grande com o grupo, querido. Foi importante e os resultados estão aí para provar.

O Galinho falou também sobre as mudanças feitas por Rogério Ceni desde a sua chegada em 2020. Lembrando da dificuldade para afirmação dos dois defensores contratados (Léo Pereira e Gustavo Henrique), disse que esse foi o motivo do treinador ter colocado Arão na zaga e Diego como volante. Para ele, essa foi uma forma do time manter sua característica e que não haverá problema para reposição.

Guardiola, Klopp, grandes treinadores pegaram jogadores de meio e colocaram na zaga. No Manchester City, quantas vezes o Fernandinho jogou atrás, o Mascherano no Barcelona foi pra zaga… O Rogério quer um estilo de um jogador ali que saia jogando. Se tivesse vingando antes o Gustavo Henrique e o Léo Pereira, ele não precisava tomar essa atitude. Como ficou essa insegurança com os dois zagueiros jovens, ele tentou essa opção.

O Diego entrou muito bem no time, o espaço foi muito bem ocupado, tem jogador bem e o Flamengo manteve sua característica. Agora, no momento que você ajusta e perde um jogador como ele, ainda bem que tá voltando o Thiago Maia e tem o João Gomes e o Hugo Moura, que estão sempre sendo utilizados por ele. A meu ver, ele está bem coberto por ali, mas a gente torce que não seja nada demais e nada grave. Hoje, joelho e tornozelo é sempre uma preocupação —, finalizou.

Sem Diego, o Flamengo volta a campo neste domingo (04), pela oitava rodada do Brasileirão, no duelo contra o Fluminense. A partida será disputada no Itaquerão, às 16 horas. Você pode acompanhar o clássico na transmissão mais Rubro-Negra da interne, no Coluna do Fla, via Youtube, com narração de Rafael Penido.

Veja também