Flamengo mantém 40% dos direitos econômicos de Vinicius Souza após Grupo City não exercer cláusula contratual

FOTO: DIVULGAÇÃO

Em 2020, o Flamengo negociou Vinicius Souza com o Grupo City. A operação se deu da seguinte maneira: 2,5 milhões de euros (R$ 16,3 milhões na cotação da época) por 60% dos direitos econômicos, com opção de compra de mais 20% do volante em 1,5 milhões de euros, aproximadamente 9 milhões de reais na cotação atual, até o dia 31 de julho de 2021. No entanto, como informou primeiramente o jornal “O Dia”, a empresa resolveu não exercer a cláusula.

Com a opção do Grupo City em não efetuar a compra de mais 20% dos direitos econômicos de Vinicius Souza, o volante agora ‘está dividido’ do seguinte modo: 60% da empresa e 40% do Flamengo, clube formador do atleta.

Em sua primeira temporada no futebol europeu, Vinicius Souza, de 22 anos de idade, se destacou pelo Lommel SK, da Bélgica, e foi indicado ao prêmio de craque da Segunda Divisão do campeonato local. Em virtude das excelentes atuações, o Cria do Flamengo foi emprestado ao Mechelen, clube da elite belga.


Saiba como se dar bem duplamente com vitórias do Flamengo!


Atualmente jogador do Mechelen, Vinicius Souza tem contrato de empréstimo até junho de 2022 com o time belga. Já o vínculo com o Grupo City, empresa dona de diversas equipes espalhadas pelo mundo, expira em junho de 2025.

Veja também

Participe da conversa

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • VOLTA, GAROTO!!! Renatão? Querer é poder… Bem, pelo menos, parece…, que não seremos tão roubados, no bom sentido…, na venda de mais essa jóia… Vinição, torcemos pela sua volta! Caráter Rubro-negro!