Fabiano de Abreu: “Sem argumentos, críticos começam a inventar historinhas sobre o Flamengo”

FOTO: MARCELO CORTES/FLAMENGO

Comprovei em meu artigo científico recente que estamos vivendo um coletivo de transtornos de personalidades dramáticas. O Flamengo está soberano não só nos gramados, mas também na diretoria, que já foi acusada de arrogante, e na sua torcida, a maior do mundo.

Na era do narcisismo, em que as pessoas pensam ser melhores que as outras de tal maneira que se tornam incoerentes, é importante lembrar que há uma explicação científica para este comportamento. Ele está relacionado a disfunções derivados do sistema límbico, que é a região emocional do cérebro.


Aproveite a boa fase do Flamengo para lucrar!


A inveja aliada ao vitimismo e a soberba, pensando ser superior, é uma maneira de tentar encontrar argumentos para diminuir o outro. Estes sentimentos se tornam uma atitude comum nesta sociedade atual. O problema é que eles revelam também perturbações que necessitam urgentemente de uma ajuda terapêutica para ser amenizado.

As pessoas estão com esses comportamentos cada vez mais aparentes, e quando nutrem destes sentimentos acabam criando razões para diminuir o outro, como tem sido aparente em pessoas e até mesmo colunistas, querendo “cancelar” o Flamengo. Falo também daqueles que têm uma caneta nas mãos, ou melhor, um computador na frente, para que possa destilar toda sua carga negativa sem ter noção do impacto de suas palavras, muito menos da razão do que diz.

No último domingo, por exemplo, o jornalista Chico Lang sugeriu que o Mais Querido estaria envolvido com o Comando Vermelho, uma das maiores facções criminosas do Rio de Janeiro. Porém, no mesmo dia, ele divulgou um vídeo pedindo desculpas pelas declarações. Liberdade de expressão tem limites!

Vincular o Flamengo a qualquer grupo da sociedade, a qualquer pessoa, é algo perfeitamente normal, afinal, o clube possui a maior torcida do mundo. Então, logicamente pessoas de qualquer segmento da sociedade poderão ser torcedores do clube, isso é inegável. Mas fazer uma acusação como essa a esfera se torna outra, passando do direito de dar uma opinião para a ocorrência de um crime, totalmente cabível de punição. O que isso revela é que as pessoas devem fazer um trabalho de autoconhecimento para refletirem sobre as suas próprias perturbações e não aceitações para tentar de forma inteligente consertar o comportamento e a maneira com que expressa às opiniões.

Sim, é muito comum que as pessoas depositem a energia e a emoção no futebol, para suprirem a carência da sua vida pessoal e isso faz com que percam esse controle quando essa única válvula de escape não atinge sua expectativa. Ou seja, quando seu time não está tendo vitórias ou tem algum outro time muito superior, como é o caso do Flamengo destes últimos anos.

Não estou afirmando que o jornalista em específico passa por situações como essa; porém reforço que temos que pensar de forma positiva como o Flamengo vive um bom momento graças à sua boa gestão, que tem levado o nome do futebol brasileiro em destaque mundial. O reconhecimento dos atletas brasileiros no exterior não era dos melhores, mas agora graças ao Rubro-Negro as outras equipes estão sendo obrigadas a investir melhor nos seus elencos para disputar os grandes títulos e o futebol internacional enxerga o Brasil.

Chegada de David Luiz evidencia potência do Flamengo no cenário do futebol (Foto: Marcelo Cortes/Flamengo)

Então, posso dizer que se por um lado o Flamengo tem dado muitas alegrias à sua torcida; por outro, isso tem incentivado os clubes a buscarem uma forma de melhorarem a sua equipe e isso tem levado o esporte brasileiro a uma projeção, mostrando seu grande potencial e revelando novos talentos.

Não apenas esse colunista, mas outros como Casagrande, Neto, entre outros, com muita opinião e pouco argumento podem tentar diminuir o que de fato vemos, acompanhamos e deveríamos enaltecer já que, o Flamengo foi o necessário e no momento certo, para o futebol nacional. Parece uma grande coincidência a seleção brasileira passar a vencer em momentâneo não é? Um salve a nação.

Artigo científico: https://www.ijmcer.com/wp-content/uploads/2021/09/IJMCER_BB0340271279.pdf

Melhores cumprimentos 

                            Dr. Fabiano de Abreu Rodrigues

 
www.deabreu.pt – www.pressmf.global – Instagram @fabianodeabreuoficial
PhD, neurocientista, mestre psicanalista, biólogo, historiador, antropólogo, com formações também em neuropsicologia, psicologia, neurolinguística, neuroplasticidade, inteligência artificial, neurociência aplicada à aprendizagem, filosofia, jornalismo e formação profissional em nutrição clínica – Diretor do Centro de Pesquisas e Análises Heráclito; Chefe do Departamento de Ciências da Logos University; Membro da Federação Européia de Neurociências e da Sociedade Brasileira e Portuguesa de Neurociências. Universidades em destaque: Logos University, Nova de Lisboa, Faveni, edX Harvard, Universidad de Madrid.

Integrante da SPN – Sociedade Portuguesa de Neurociências – 814, da SBNEC – Sociedade Brasileira de Neurociências e Comportamento – 6028488 e da FENS – Federation of European Neuroscience Societies – PT30079.

Veja também

Participe da conversa

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • Os ANTIS estão desesperados com o sucesso e a estrutura do Mengão . Continuam apelando para tentar denegrir a imagem do mais querido .Todavia, a resposta do Mengão prende -se em dar alegria a sua nação com vitórias e títulos, associada à inteligência e organização da sua invejável estrutura institucional e futebolistas. Pra frente Mengão!

  • Belo texto! A perseguição contra o Flamengo passa por algo bem fácil de perceber-se: a imprensa brasileira, com algumas exceções, não tem nenhum compromisso com a verdade e grande parte de seus membros agem completamente à margem da lei e da ética. Desde o ano mágico de 2019, pipocam ataques à instituição CR Flamengo, personificado na figura de seu presidente. Primeiro, o uso da tragédia do Ninho de forma aviltante e covarde. Depois, acusações em relação a um suposto favorecimento do VAR ao clube, mesmo a equipe tendo vencido todas as competições com folga, e as dúvidas suscitadas de forma infundada sobre a licitude na origem do dinheiro que o clube usa em seus investimentos, Com a pandemia, a imprensa militante política passou a atacar o clube como forma indireta de atingir a Presidência da República, embora Flamengo e política não tenham nada a ver. A “cereja” do bolo foi o ataque que esse senhor Chico Lang perpetrou contra o clube. Se jornalismo fosse uma atividade séria no Brasil, esse senhor mereceria pelo menos 3 meses de punição de seu conselho profissional por infração ética sem prejuízo de ações civis e penais que deveriam ser impetradas contra ele pelo clube ou por sua torcida. O que esses canalhas nunca vão entender é que esses ataques covardes em nada afetam o amor que mais de 40 milhões de verdadeiros rubros-negros sentem pelo clube. Uma vez Flamengo, Flamengo até morrer.

  • Sem querer desmerecer a opinião do Dr. Fabiano de Abreu Rodrigue, mas ele simplesmente escreveu o que toda a torcida (sim, seus 42 milhões) já sabia: os antis estão pirando com o nosso time, nosso elenco, nossa estrutura, nosso departamento técnico e principalmente nossos dirigentes, que com MUITA competência nos colocou (graças a Deus) no patamar que sempre deveríamos estar. E quando eu falo os antis, não se resume aos torcedores. Claro que não. Os comentaristas, os repórteres, os blogueiros, os colunistas de jornais que não torcem para o Flamengo, e os dirigentes dos outros clubes, os dirigentes de Federações e até a CBF, estão desesperados, pois esse é só o começo de um ciclo virtuoso que nós entramos. Esse é só o começo. Aguardem que o nosso melhor ainda está por vir!!!
    SRN