Flamengo passa a ter o elenco mais valioso de fora da Europa com chegada do David Luiz

FOTO: MARCELO CORTES/FLAMENGO

O último reforço apresentado pelo Flamengo para a temporada 2021 foi o ex-Arsenal, David Luiz. A chegada do zagueiro elevou ainda mais o patamar do Mais Querido, que passou a ter o elenco mais valioso de fora da Europa. De acordo com o site alemão Transfermarkt, o plantel rubro-negro é avaliado em 147,75 milhões de euros.

O Palmeiras, que era o clube brasileiro mais bem avaliado, caiu para o segundo lugar, valendo cerca de 143,20 milhões de euros. Com o atual valor de ‘mercado’, o Flamengo tem agora o elenco mais valioso no mundo entre os clubes de fora da Europa. As informações foram divulgadas pelo jornalista Rodolfo Rodrigues, do Uol Esporte.


Saiba como se dar bem duplamente com vitórias do Flamengo!


Vale ressaltar ainda que, tirando as equipes das cinco principais ligas nacionais da Europa (Inglaterra, Itália, Espanha, Alemanha e França), o Mais Querido tem o décimo plantel mais valioso do mundo, ficando atrás somente de: Ajax-HOL, Benfica-POR, Porto-POR, Sporting-POR, Shakhtar Donetsk, Zenit-RUS, PSV Eindhoven-HOL, RB Salzburg-AUT e Brugge-BEL.

Além de David Luiz, o Flamengo contratou para a temporada 2021 Kenedy e Andreas Pereira e também o zagueiro Bruno Viana. O quarteto se juntou a outros atletas que também trocaram o futebol europeu pelo Mais Querido, como: Filipe Luís, Diego Ribas e Gabriel Barbosa.

Participe da conversa

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • Urubu Rei, esses torcedores são bipolares ou estão transferindo as frustrações das vidas medíocres que eles levam para as pontas dos dedos! Mesmo que tenha oscilação e até mesmo perca alguma das competições a caminho, estou muito feliz com esse clube!

  • Não tô entendendo esses comentários não. 17 jogos com o Renato, 2 derrotas e a galera tá cornetando? Vão torcer pro vasco, vocês não merecem o time que tem.

  • Que adianta ter o elenco mais valioso? Isso ganha campeonato? O que ergue taças é empenho e dedicação. A começar pelo técnico. Falta vergonha na cara e pressão da diretoria para esses caras joguem com a mesma precisão que os salários caem na conta no fim do mês. Não se entra em campo, pelo menos com o manto sagrado rubro negro, para relaxar ou brincar, tem que honrar essa camisa sempre, diariamente .

  • Com um elenco caro como este, o treinador e os jogadores não têm o direito de priorizarem as Copas. Os atletas têm que entrar em campo sempre para ganhar, independentemente da competição, e o treinador tem que escalar os melhores que estão disponíveis para cada partida. O Renato está vacilando com esse vício que ele trouxe do Grêmio de colocar o Brasileirão em segundo plano. Aqui em BH, onde moro, o Cuca, que não é bobo, está escalando os melhores disponíveis em cada jogo e pedindo que os jogadores deem a alma no Brasileirão. Inclusive, ele barrou o Guga, um jogador que entregava gols atrás de gols em jogos do Atlético Mineiro, mas que permanecia como titular porque ele pertence a empresários que têm influência no clube e colocou o Mariano em seu lugar. Será que o Renato tem peito para barrar quem está mal no Mengão e colocar os melhores para atuar também no Brasileirão( não só nas Copas)?