Ídolo do Flamengo vê Andreas como grata surpresa: “Tem característica que eu admiro demais”

FOTO: MARCELO CORTES / FLAMENGO

A passagem de Andreas Pereira no Flamengo está só no início, mas tempo suficiente para render bons debates e ganhar novos admiradores. Um dos destaques na vitória por 2 a 0 sobre o Barcelona de Guayaquil, na semifinal da Libertadores, o belga foi elogiado por Júnior, jogador que mais vezes vestiu o Manto Sagrado na história. Sua qualidade foi um dos pontos abordados pelo Maestro durante o podcast ‘A Mesa’.

Outra gratíssima surpresa, que pra mim não foi supressa, foi o comportamento do Andreas Pereira no meio de campo. Uma personalidade muito boa. O Andreas Pereira tem uma característica que eu admiro demais que é a virada de jogo praticamente todo tempo. Aprendi isso com o Paulo César Carpergiani na época do Flamengo. O Paulo dominava de um lado e automaticamente transferia para o outro. Coisa que o Andreas faz muito bem isso, ele transfere muito bem a jogada. É um jogador muito interessante e que vai brigar de verdade por uma vaga no titular -, finalizou.


Saiba como se dar bem duplamente com vitórias do Flamengo!


A opinião de Júnior foi corroborada por Paulo Vinícius Coelho, o PVC. Companheiro de debate, o jornalista entende que o bom início do jogador se dá, também, pela conexão extracampo entre Flamengo e Andreas Pereira – fazendo ligação ao local de nascimento do meio campista.

Ele é um jogador de grupo, assim como o Diego. Ele chegou muito bem mesmo. O Andreas Pereira nasceu na Bélgica e fala Flamengo. Não só pela conexão com a torcida, mas ele fala português, inglês, francês, espanhol e Flamengo, que é idioma na região que ele nasceu. Essa conexão está se virando. Ele jogou uma partida monumental contra o Barcelona -, completou o especialista.

Com Andreas Pereira à disposição de Renato, o Flamengo retorna aos gramados neste domingo (26) em busca da recuperação no Brasileirão 2021. Para isso, precisa vencer o América-MG, às 11h (horário de Brasília), na Arena Independência.

Veja também

Participe da conversa

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • Caro Sérgio Murilo, em relação ao Renê, concordo com você. Não rende nada. O Ramon, apesar de ser infinitamente menos que Felipe Luiz, tem mais futuro que Renê.

    Agora comparar Michael com BH é demais. Aí não tem acordo. Michael entrou muito bem nesse último jogo. Nos outros, mesmo os que fez gol ou deu assistência, é sempre no bate-rebate, erra o drible e dá certo, chuta e a bola desvia em alguém e entra, etc. Na minha opinião, ele serve mais como talismã para o segundo tempo, por enquanto.

  • Realmente, esse belga joga muita bola. Eu nem o conhecia antes. Mas nesses poucos jogos, mostrou muita categoria, classe com a bola, raça, um passe preciso, não só de lado, mas com bons lançamentos, e ainda finaliza no gol. Se encaixar bem no time, talvez fique melhor que o Gerson.

  • O Rene há dois jogos seguidos guase entrega as partidas, fica lá atrás, só marcando e o Ramon barrado. Não é brinquedo não…

  • Mudando o foco, mas falando de futebol, Michael está, no momento, merecendo a ala esquerda onde joga o Bruno Henrique, isto é fato.

  • Cuca pode ficar tranquilo, parece que o Renato Gaúcho está abandonando o Brasileiro e vcs serão os campeões, depois de 51 anos. Mas, não levarão a Libertadores e nen a Copa do Brasil que serão disputadas por Fla x Galo. Mesmo sendo campeões destas duas competições, a torcida do Flamengo vai ficar engasgada com o Renato Gaucho, por abandonar o Brasileiro, deixando de ser Tricampeão seguido.

  • Joga demais mas acho que esse técnico inteligente de mais vai preferir Deichar o Diego arrasta perna de titular pelo nome pra n perder o grupo.

  • O Mengão vai se estruturar para trazer o De Bruyne e formar um trio arrasador.