Imprensa francesa aponta ‘complô’ contra Gerson e revela discussão do meia com companheiro de Olympique

FOTO: REPRODUÇÃO

Gerson deixou o Flamengo para atuar no Olympique de Marselha (França). O meia foi um pedido especial do técnico Jorge Sampaoli e, pouco mais de dois meses no clube, o jogador vive um imbróglio no vestiário e, inclusive, discutiu com o Mattéo Guendouzi, companheiro de equipe.

O principal jornal francês, ‘L’Équipe’, abriu o jogo e revelou um problema nos bastidores do Olympique. Isso porque, segundo a imprensa da França, um grupo de jogadores está insatisfeito com Gerson, que é considerado ‘protegido’ do treinador. Um dos principais motivos da insatisfação é que Jorge Sampaoli não substitui Gerson, mesmo quando o atleta não está fazendo uma boa partida.


Saiba como se dar bem duplamente com vitórias do Flamengo!


Cabe destacar que o problema explodiu vestiário a fora, visto que Gerson e Guendouzi discutiram ainda no gramado na derrota para o Leans, por 3 a 2. Durante a partida, o companheiro de equipe questionou o jogador brasileiro: “Quando você vai começar a correr?”. Antes que houvesse uma briga de fato, Payer separou os atletas.

Até o momento, Gerson disputou oito partidas pelo Olympique de Marselha: quatro vitórias, três empates e uma derrota. Durante os 512 minutos em campo, o meia marcou somente um gol e concedeu uma assistência. Para ter o jogador brasileiro no elenco, o clube francês desembolsou cerca de 22 milhões de euros.

Veja também

Participe da conversa

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • É preciso aprimorar fundamentos que a base não deu. Gerson é um excelente jogador e é muito difícil o adversário tomar a bola dele. Joga muito, mas realmente é pouco objetivo e não tem dinâmica de jogo.

  • Negativo.. Se o Gerson é assim é porque o sampaoli quer ele.jogando dessa.forma. Quem.tem que moldar o jogador é o técnico conforme ele queira. Eles que joguem.seu futebol ou reclamem com o chefe.

  • CINCORDO TAMBÉM COM O JOÃOZINHO, O GERSON É LENTO DEMAIS NA SAÍDA DE BOLA, POUCO OBJETIVO. O DIEGO RIBAS COM QUASE 40 ANOS DEU MAIS OBJETIVIDADE E CELERIDADE AO MEIO CAMPO. O GERSON É UM TREMENDO MARKETEIRO COM A MALA DO PAI NOS BASTIDORES. NINGUÉM SENTE SAUDADE DELE NO FLAMENGO. OUTRO MARKETEIRO É O GABRIEL BARBOSA, PERDE 3, 4 GOLS POR PARTIDA E AINDA É CHAMADO DE CRAQUE POR JIRNALISTAS ANTAS ALÁ PVC, SORMANI, RMP, ENTRE OUTROS. O PEDRO É MUITO MAIS PROFISSIONAL, MAIS TÉCNICO, MAIS INTELIGENTE E MAIS EFICAZ. SER RESERVA DO GABRIEL É UMA ABERRAÇÃO.

  • Se não estiver feliz pode voltar pro Mengão. A Nação o recebe de braços abertos.

  • Concordo contigo Joãozinho, sempre prendeu demais a bola e ainda acrescento a preguiça que ele apresenta na recomposição. Muito bom de bola mas esses problemas acima em uma liga mais intensa podem ser um verdadeiro problema para um jogador na posição em que ele joga.

  • A vida de Gérson na Europa não foi e não vai ser fácil.
    Acho que o nosso querido coringa não tem o estilo de estrela européia.
    Eu sempre questionei a sua preferência pelo combate corpo a corpo em que, muitas vezes, perde a bola e proporciona perigo ao seu time. Tem muito controle de bola, chuta muito bem, é inteligente (o gol do BH contra o Inter, em 2019, teve um toque magistral dele) mas, às vezes, não é objetivo. Talvez este seja uma das características que esteja lhe faltando, no momento. Tem que pegar a bola e dar um toque rápido.