Mirando Zico, Bruno Henrique luta para assumir vice-artilharia da história do Fla na Libertadores

FOTO: MARCELO CORTES/FLAMENGO

O Flamengo segue em busca do tricampeonato da América e, para isso, dará mais um passo nesta quarta-feira (29), quando enfrentará o Barcelona de Guayaquil (EQU), pelo segundo e decisivo jogo da semifinal da Copa Libertadores. Responsável por dar vantagem ao Mais Querido na vitória de 2 a 0 na partida de ida, Bruno Henrique luta para assumir a vice-artilharia do Fla na competição continental.

Para isso, o camisa 27 mira no maior ídolo do Flamengo: Zico. Isso porque, o Galinho é o segundo maior goleador da história do Rubro-Negro na Libertadores, com 16 gols marcados – três a mais que Bruno Henrique, com 13. Para assumir a vice-artilharia, portanto, o atacante precisa balançar as redes adversárias em quatro oportunidades. Vale lembrar que Gabigol é o líder isolado do ‘ranking’, com 21 tentos pelo Fla na competição.


Saiba como se dar bem duplamente com vitórias do Flamengo!


CONFIRA O TOP-5:

1. Gabigol – 21 gols
2. Zico – 16 gols
3. Bruno Henrique – 13 gols
4. Gaúcho – 1o gols
5. Tita – 10 gols

Como dito anteriormenete, Bruno Henrique foi responsável direto pela vantagem construída pelo Flamengo para o jogo de volta. Isso porque, na ida, no Maracanã, o camisa 27 marcou os dois gols da vitória rubro-negra por 2 a 0 diante dos equatorianos. Agora, portanto, o Mengo pode empatar ou perder por até um tento de diferença, que se garante na decisão do torneio.

Sendo assim, com o atacante lutando para fazer ainda mais história vestindo o Manto Sagrado, o Flamengo se prepara para dar o último passo em busca da grande final da Copa Libertadores da América. O Mais Querido entra em campo às 21h30 (horário de Brasília) desta quarta-feira (29), no Estádio Monumental, no Equador. Quem avançar à finalíssima encara o vencedor da chave entre Atlético-MG x Palmeiras.

Veja também

Participe da conversa

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *