Ataque do Flamengo passa em branco após sete jogos com média alta de gols marcados

FOTO: MARCELO CORTES/ FLAMENGO

O Flamengo empatou em 0 a 0 com o Cuiabá e deixou escapar a chance de encerrar a rodada dependendo apenas de si para se tornar eneacampeão brasileiro. O desempenho aquém do habitual fez com que o setor ofensivo voltasse a passar em branco após quase um mês – desde a derrota por 1 a 0 para o Grêmio, também pelo Campeonato Brasileiro.

Para ser mais exato, o Flamengo não ficava sem balançar as redes dos adversários há sete jogos. O Rubro-Negro marcou 15 gols entre o revés para o Grêmio, no dia 19 de setembro, e o empate em 0 a 0 com o Cuiabá, no último domingo (17). Por outro lado, foi vazado apenas três vezes no mesmo período – de sete embates.


Saiba como se dar bem duplamente com vitórias do Flamengo!


Apesar dos dois pontos deixados para trás no empate com o Cuiabá, o Flamengo de Renato igualou a maior sequência invicta do treinador durante os mais de três meses de trabalho. São oito jogos sem ser derrotado por ninguém entre compromissos pelo Brasileirão e Libertadores. Podendo, inclusive, superar essa média na próxima quarta-feira (20).

Conforme citado acima, o Mais Querido retorna aos gramados na quarta-feira (20), pelos primeiros 90 minutos da inédita semifinal de Copa do Brasil deste elenco atual. O primeiro embate, contra o Athletico, acontecerá às 21h30 (horário de Brasília), na Arena da Baixada, em Curitiba. A decisão final, portanto, está marcada para próxima semana, no Maracanã.

Veja também

Participe da conversa

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • Gabigol não vem bem, já há algum tempo (acho que o namoro não está lhe fazendo bem … hahaha. Na época em que fazia gol e rebolava, tinha atuações bem melhores).
    Bruno Henrique, apesar dos gols na Libertadores, também tem apresentado altos e baixos.
    Éverton Ribeiro, prendendo muito a bola, também dificilmente faz gol.
    Do ataque, quem tem feito a diferença é Michael, que ontem, prendeu muito e não conseguiu grande coisa.
    O “garto” e “eterna promessa”, Vitor Gabriel, mostra a cada jogo que é um discípulo de David (aquele que teria mais serventia se suportasse fiações suspensas …. um verdadeiro POSTE)… POIS VÍTOR GABRIEL É A REENCARAÇÃO DE DAVID POSTE.
    Esqueçam Vítor Gabriel e, de quebra, devolvam Kenedy, que está muito acima do peso e mais perdido do que cachorro que caiu da mudança….

  • gabigol e ER07 voltaram estragados da seleção, gabigol não tava normal ontem….parecia com dor e fora de posição…