Decisivo, Bruno Henrique é o melhor custo-benefício do Flamengo desde 2019

FOTO: GILVAN DE SOUZA/FLAMENGO

Bruno Henrique chegou ao Flamengo em 2019. Comprado junto ao Santos após idas e vindas, o atacante custou R$ 23 milhões aos cofres do Mais Querido, dividido em três parcelas. Das principais estrelas, o valor o investimento feito pelo camisa 27 supera somente ao que foi pago por Everton Ribeiro, em 2017, R$ 22 milhões. Porém, está longe dos números superlativos de Pedro e Gabigol. Os artilheiros juntos somam o montante de R$ 150 milhões.


Quer comprar produtos do Flamengo pela internet? Conheça a loja mais rápida e segura!


Por insistência do vice de futebol Marcos Braz, que chegou a anunciar a desistência na contratação, Bruno Henrique chegou sob enorme desconfiança. Após uma temporada de 2017 muito boa pelo Santos, o seu 2018, já com o parceiro Gabigol de volta ao Brasil, foi abaixo. Mas 2019 foi seu ano. Anunciado dia 11 de janeiro, estreou no dia 26, contra o Botafogo e marcou os dois gols na vitória por 2 a 1. Logo, se transformou no Rei dos Clássicos.

Ao longo da temporada, atingiu o auge na carreira e foi protagonistas das principais conquistas do Flamengo. Além de ter brilhado no Carioca, sendo o carrasco dos principais rivais, foi fundamental na conquista do Campeonato Brasileiro de 2019, competição que o Mais Querido não ganhar desde 2009 e a Libertadores, competição que trazia um histórico recente traumático e que o Rubro-Negro não sabia o que era ganhá-la fazia 38 anos. Vale destacar que o principal investimento no ano, havia sido Arrascaeta. Ele custou R$ 80 milhões.

Na seu terceiro ano defendendo o Flamengo, Bruno Henrique virou ídolo, Rei da América e com 15 gols, está a um gol de Zico para se tornar o segundo maior goleador do Rubro-Negro na Libertadores. Ele também se igualou ao parceiro Gabigol como os artilheiros da equipe nos mata-matas da maior competição continental. Cada um balançou as redes 12 vezes.

Ainda em 2019, Bruno Henrique renovou o seu contrato com o Flamengo até 2023. Com o Manto Sagrado, é tricampeão Carioca (2019, 2020 e 2021), bicampeão brasileiro (2019 e 2020), campeão da Libertadores (2019), Recopa Sul-Americana (2020) e bicampeão da Supercopa do Brasil (2020 e 2021). O camisa 27 já defendeu o Mais Querido em 151 partidas e marcou 73 gols.

Veja também

Participe da conversa

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • Só falta uma Copa Brasil e um Mundial! Dá-lhe BH!!!