Diego Ribas volta a sentir dores musculares e vira dúvida para jogo contra Athletico

FOTO: ALEXANDRE VIDAL/ FLAMENGO

Após se recuperar de lesão na panturrilha na semana passada, Diego Ribas voltou a reclamar de dores musculares e pode ser desfalque do Flamengo para os próximos jogos. O camisa 10, inclusive, se reapresentou ao Flamengo, nesta sexta-feira (01), mas não participou dos treinamentos.

Fora do campo, Diego Ribas apenas realizou atividades leves na parte interna do CT. A presença do meia no jogo contra o Athletico, neste domingo (03), mas o martelo será batido no sábado (02), quando Renato Gaúcho finalizará a preparação da equipe. A informação foi divulgada primeiramente pelo jornal O Dia.


Saiba como se dar bem duplamente com vitórias do Flamengo!


Além de Diego Ribas como dúvida, David Luiz e Thiago Maia são desfalques certos do Flamengo. O zagueiro saiu de campo com dores contra o Barcelona de Guayaquil e, nesta sexta, foi confirmada uma lesão no músculo adutor da coxa. O volante, por sua vez, sentiu lesão muscular antes do confronto do meio de semana e nem sequer viajou para o Equador.

Apesar das ausências de Diego e Thiago Maia, o novo titular na função de segundo volante, Andreas Pereira está à disposição e deve entrar em campo contra o Athletico, neste domingo (03). A bola vai rolar às 16h (horário de Brasília), no Maracanã. Para o jogão, o Coluna do Fla traz a transmissão mais rubro-negra da internet, com a voz de Rafa Penido.

Veja também

Participe da conversa

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • Simples. Isso é uma combinação de fatores: falta de DM competente (lembrem-se de que o Tannure está no comando e já foi alvo de crítica de jogadores que passaram por lá) e a sequência pesada de partidas.

  • O que está acontecendo com os nossos jogadores? Seria a idade, a sequência de jogos e a ansiedade que estes provocam, a soma de tudo isso ou alguma coisa que o Departamento Médico do Mengão não consegue identificar?
    Renê, Rodrigo Caio, Thiago Maia, Bruno Henrique, Arrascaeta, Filipe Luís, Diego Ribas e David Luiz (compreensível, pois não jogava há 4 meses). Lembremos que o grupo esteve de “folga” por cerca de 10 dias e deveriam retornar aos jogos no melhor de suas condições físicas.
    Vejo o Éverton Ribeiro jogando pelo Mengão e pela seleção e corre o jogo todo, ainda que tenha 32 anos. Quase não se machuca e ainda deve estar acordando pelas madrugadas, com o nascimento da filha. O que ele está fazendo para ter tanta sequência de jogos?