Em meio às polêmicas, Braz dá entrevista para tentar ‘blindar’ futebol e Departamento Médico

FOTO: ALEXANDRE VIDAL / FLAMENGO

O Flamengo vive o momento mais conturbado da temporada 2021. O clima dos bastidores não é dos melhores, principalmente no setor do Departamento Médico. Isso porque, o Rubro-Negro acumula algumas lesões e, a mais recente, do Pedro, gerou um questionamento visto que da pancada que resultou na lesão até o diagnóstico se passaram 11 dias. Não à toa, o vice-presidente de futebol, Marcos Braz, marcou uma entrevista coletiva nesta terça-feira (26).

Às 13h (horário de Brasília), no Centro de Treinamento do Ninho do Urubu, o dirigente estará à disposição para perguntas dos jornalistas que cobrem Flamengo. Apesar de não ser oficial, a ideia é de que o tema principal da coletiva seja a questão do Departamento Médico do Flamengo, além de falar sobre o momento do Rubro-Negro, que está na final da Libertadores, disputa a semifinal da Copa do Brasil, mas vive um momento difícil no Brasileirão, visto que o título fica cada vez mais distante.


As melhores ofertas para produtos do Flamengo: aproveite desconto e brindes!


Cabe destacar que a última entrevista coletiva concedida no CT Ninho do Urubu foi em 30 de julho, pelo Diego Ribas. Após isso, o Flamengo realizou apenas as apresentações de Andreas Pereira, Kenedy e David Luiz e, consequentemente, gerou um bate-papo com a imprensa.

Em meio a isso, o Mais Querido se prepara para encarar o Athletico-PR, na quarta-feira (27), às 21h30 (horário de Brasília), no Maracanã, pelo segundo e decisivo duelo da Copa do Brasil. Como o primeiro jogo, na Arena da Baixada, terminou em um empate por 2 a 2, o Flamengo precisa de uma vitória simples para se classificar à final da competição.

Veja também

Participe da conversa

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • Esse cara e um interesso safado

  • Se eu participasse das perguntas ao Braz, eu faria três perguntas, UMA porque a insistência
    em manter no elenco os dois zagueiros, Bruno Viana e Léo Pereira, (eles sempre tem de jogar
    porque simplesmente não temos outros de MELHOR qualidade), SEGUNDA, porque não
    trazer UM jogador que seja meia ARMADOR, porque TODA vez que Arrascaeta sai não temos
    ninguém pra essa posição, e o treinador que se lasque, põe Vitinho ou improvise, Andreas
    (que joga de segundo volante), Diego(que há muito não joga ali, Kennedy(que nunca jogou ali)
    etc etc, TERCEIRA, porque essa obsessão por VOLANTE, pra que trazer Thiago Mendes pra
    ser o sétimo volante no elenco, enquanto isso zagueiro e armador que não temos, já era.

  • O Braz tem momentos que é um bom profissional!!!
    Mais a maioria das vezes é arrogante e não assume os erros do departamento de futebol e médico!!! E tbm aceitar o que o r.gaucho fala nas coletivas é brincadeira viu!!!
    Tem que ser humilde e assumir os erros!!!