Em tom de revolta, Renato Gaúcho rasga o verbo sobre a arbitragem: “O VAR apita o jogo”

FOTO: REPRODUÇÃO

O Flamengo ficou no empate de 0 a 0 com o Cuiabá, nesse domingo (17), pelo Campeonato Brasileiro. A arbitragem, contudo, chamou a atenção na partida, pois Flavio Rodrigues de Souza anulou um gol rubro-negro – marcado por Michael – e sequer utilizou o recurso do árbitro de vídeo para ver uma possível cotovela em cima de Vitinho. Por isso, Renato Gaúcho demonstrou bastante chateação após o confronto.


Aproveite a boa fase do Flamengo para lucrar!


Flavio Rodrigues de Souza não agradou os jogadores do Flamengo, pela forma como conduziu a partida. Contudo, nos lances polêmicos, o árbitro optou por decidir favoravelmente ao Cuiabá. Sobre uma das jogadas, a cotovelada que Vitinho sofreu, Renato Gaúcho ponderou que era para expulsão, além de pênalti, e o VAR sequer chamou o juiz do confronto para analisar o entrevero.

Fica difícil. Eu venho falando há muito tempo que o VAR apita os jogos. Não é só no jogo de hoje. É em qualquer jogo. Eu converso com os árbitros e o lance duvidoso, dentro da área, não é o árbitro do VAR que decide se é pênalti ou não. Ele tem que chamar o árbitro do jogo. Eu estava vendo no vestiário o lance do Vitinho. Eu não costumo falar de arbitragem e não é porque nós empatamos que as pessoas vão falar: “O Renato está falando da arbitragem” -, disse o treinador, que prosseguiu:

 

Eu deixo para os especialistas mostrarem o lance e comentarem da cotovelada que o Vitinho tomou no final do jogo. Se é um lance fora da área ou no meio do campo, o jogador é expulso. Eu já vi vários, vários jogos que uma cotovelada dessa ou por menos, o jogador é expulso. E tem que ser expulso. Inclusive, o meu jogador se der uma cotovelada dessa ele tem que ser expulso. Aí eu pergunto: por que o árbitro não foi chamado para revisar o lance? Essa é a pergunta. Eu quero que os especialistas me digam se é falta ou não isso aí. Dentro da área, é pênalti. Se é no meio de campo, é expulsão. Eu estou cansado de bater nessa tecla de que o VAR apita o jogo -, concluiu.

O Flamengo, contudo, ‘esquece‘ o empate com o Cuiabá, pois passa a focar no confronto com o Athletico-PR. Esta partida é válida pela ida da semifinal da Copa do Brasil e será disputada na Arena da Baixada. O embate terá início às 21h30 (horário de Brasília) de quarta-feira (20). O segundo e decisivo duelo acontece no dia 27 deste mês, no Maracanã, também às 21h30 (horário de Brasília).

Veja também

Participe da conversa

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • O penalti em cima do vitinho foi escandaloso e a não marcação por esse soprador de apito da foto foi ainda mais escandalosa!

  • Renato Gaucho é tecnico de torneio mata-mata. Ele pode inventar e improvisar e empatar ou vencer uma partida aqui e ali e vai avançando até as finais.

    O Brasileirtao (chatissimo por pontos corridos) pede regularidade o que o RG nao possui.
    colcoar o Gusta Henrique no ataque foi ridiculo.

  • Gabigol faz tempo ke não joga nada ontem foi horrível Renato mesmo o time jogando mal não muda #fora Renato e seus bluquetes