Fabiano de Abreu: “Flamengo pode perder os campeonatos para ele mesmo”

FOTO: MARCELO CORTES/FLAMENGO

Após a derrota do Atlético-MG para o Atlético-GO, no último domingo (17), a torcida do Flamengo imaginou que ali estava a oportunidade ideal para reduzir a distância para a liderança do Brasileirão. Mas, o que viu em campo contra o Cuiabá revelou uma postura muito diferente de uma equipe que deseja conquistar o título.

Primeiramente, o que se viu é que não há uma estratégia inteligente nem jogadas treinadas. A insistência era jogar pelos cantos, já que a equipe mato-grossense se fechou, poderia ter jogadas também no meio que acarretassem em uma falta para que o Andreas pudesse tentar o gol.

Não se vê jogadas ensaiadas, um entrosamento como a muito se via. Usa-se muito a desculpa de que o time está lesionado e isso afeta a escalação. No entanto, qual é a equipe titular do Flamengo afinal? Os supostos reservas são titulares em uma equipe recheada de problemas físicos.

O Michael faz a diferença pela habilidade com a bola nos pés. Além deles, quantos mais conseguem dribles desconcertantes no Flamengo? Baseando-se no valor de elenco, comparando aos demais times no Brasil, o Flamengo deveria ter a obrigação de “atropelar” as demais equipes.

O Atlético Mineiro pegou um ritmo e se distanciou, mas não mostra um futebol mais bonito que o do Flamengo, quando decide jogar. A oportunidade para ganhar o título ainda existe.

Assim como ainda estão abertas as disputas pela Copa do Brasil e da Libertadores. Mas, se depender deste ritmo, o Flamengo perderá estes campeonatos para ele mesmo

Contra o Athletico, no empate por 2 a 2, Renato faz escolhas e mudanças ruins. Andreas poderia ser melhor explorado, não ao lado do Thiago Maia, que não joga bem. O Michael substituído, mas hein? Não faz sentido. Vitinho no lugar do Everton Ribeiro seria ‘ok’. Mas Vitinho nunca foi tão bom. Renato Gaúcho está perdido, precisa se encontrar. Não tem uma equipe de nível, como vimos com Jorge Jesus, que deixa saudade


Quer comprar produtos do Flamengo pela internet? Conheça a loja mais rápida e segura!


Tem elenco e dinheiro, mas não tem organização, que foi o que Jorge Jesus trouxe na época. É como se a gestão para uma organização fosse sempre terceirizada.

O jogo de ontem confirma tudo isso, que a culpa está no Renato e nos dirigentes até então. O Renato tem que ter consigo uma equipe que ajude na questão psicológica e física. Hoje em dia o técnico é como uma empresa contratada para resolver, como um diretor do time num campeonato. Escolhe os jogadores e organizam, por isso a responsabilidade. Estamos vendo um time caro e desarrumado, com jogadores que não possuem jogadas ensaiadas, nem conseguem dar mais de si mesmos.

Veja também

Participe da conversa

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • Apesar do gol, Thiago Maia não fez mais nada no jogo de ontem.
    Vitinho, Léo Pereira e Kenedy também não mostraram a que vieram, e o Renato não consegue ver isso. Basta parar um pouco e assistir o replay dos últimos jogos.

  • Infelizmente Renato Gaucho é limitadíssimo taticamente e os resultados dessa limitação começam a aparecer. O melhor elenco do país, porém, um time totalmente previsível e um sistema defensivo horrível onde esse tal de Leo Pereira jamasi deveria fazer parte deste elenco., basta olhar o histórico dele no Flamengo. Simplesmente HORRÍVEL e ontem falhou duas vezes e saiu dois gols do adversário. Além dele temos outro horríve: Isla e esse não vou nem comentar.

  • O cenário aterrador é esse, perder campeonatos com um time desse nível. Por pura incompetência ou teimosia do técnico. Renato claudica na análise tática e não mostra ser capaz de mudar o rumo das partidas a nosso favor. Escala mal, substitui mal. O time está mal treinado, não chuta a gol, é só toquinho pro lado sem nenhuma objetividade. Pra piorar todos querem tirar uma lasquinha do Flamengo, dá visibilidade. Ontem não conseguiu jogar e agora vai inventar de poupar pra mais uma vez fazer a festa do FluminenC. Pqp!
    #NÃO RENOVEM COM O RENATO #PRECISAMOS DE TÉCNICO DE OUTRO PATAMAR

  • Michael não é um jogador efetivo. Muita firula (drible) e pouca assistência. Diversas vezes dribla, dribla e dribla, mas não passa pra ninguém melhor posicionado e a jogada não dá em nada. então até esses elogios ao Michael são indevidos nesse time