Flamengo perde para o Vasco em jogo e ida e precisa de virada na Gávea para ir à semi do Brasileirão sub-20

FOTO: MARCELO CORTES/FLAMENGO

Nesta quarta-feira (20), Vasco e Flamengo se enfrentaram em no primeiro jogo das quartas de final do Campeonato Brasileiro sub-20. A partida foi disputada em São Januário, e o Cruzmaltino venceu por 2 a 1. Com o resultado, garantiu vantagem na busca por uma vaga na semifinal.

Mesmo visitante, foi o Flamengo que começou ditando o ritmo do clássico, mas perdeu três boas chances: duas com Lázaro e uma com Daniel Cabral. Não conseguindo balançar as redes, o Mengo viu o Vasco abrir o placar, no final da primeira etapa. Após cobrança de escanteio, Andrey cabeceou firme e mandou para o fundo do gol.


Quer comprar produtos do Flamengo pela internet? Conheça a loja mais rápida e segura!


Na volta do intervalo, o Flamengo fez a primeira alteração: saiu Pedro Arthur para a entrada de Matheus França, de 17 anos. Logo de cara, o jovem mostrou suas credenciais e mudou a partida. Foi dos pés dele que saiu o gol de empate do Fla.

Com a bola nos pés, o Flamengo continuava bem superior ao Vasco, mas não era efetivo. Apesar de pressionar o adversário e criar boas chances, viu Lázaro desperdiçar as oportunidades e o Cruzmaltino buscar a virada. Em mais uma jogada de bola parada, Matheus Cunha falhou da defesa e os donos da casa garantiram a vitória.

A partida de volta será disputada na próxima terça-feira (26), às 15h15 (horário de Brasília), na Gávea. Jogando em casa, o Flamengo precisa buscar a vitória para lutar pela vaga na semifinal. Caso o Mengo ganhe por um gol de diferença, o duelo será decidido nos pênaltis.

Veja também

Participe da conversa

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • O sub 20 do Mengão contrata um monte de “grandes promessas”, mas ainda está atrás da formação de jovens atletas de Botafogo, Vasco e principalmente, do Fluminense.
    O Fluminense, alías, é o clube que mais fatura com vendas de jovens para a Europa.
    Dá para notar a diferença entre os garotos do Mengão e os dos demais clubes mencionados.
    Os garotos do Flu chegam maduros. Sabem o que fazer e, normalmente já chamam a atenção nas primeiras oportunidades no time de cima. No Mengão, até Viny não convenceu, jogando pelo Mengão. Fez um jogaço daqui, e outras más atuações dalí… A mesma coisa aconteceu com Paquetá.
    Gérson, por exemplo, quando entrou, mostrou logo que não ficaria mais do que 10 meses no Flu. Assim foi com Marcelo (Real Madrid), Mariano (hoje no Galo), Gustavo Scarpa, etc.
    É óbvio que o Mengão andou exportando “coisa boa”, mas este sub 20 tem calçado salto alto. Vi alguns jogos e … NÃO GOSTEI! Até a garotada que já esteve no time de cima, fez feio. Ítalo e Noga, tem pisado na bola… O Rios, que veio cheio de moral, da Colômbia, acabou saindo para o México, muito mais porque não se firmou.