Renato assume culpa e trata com naturalidade xingamentos da torcida: “Futebol se resume em vitória”

FOTO: ALEXANDRE VIDAL/FLAMENGO

Na última quarta-feira (27), o Flamengo protagonizou um vexame no Maracanã ao perder por 3 a 0 para o Athletico e, com isso, acabou eliminado da Copa do Brasil. O resultado implanta mais uma crise nos bastidores do Mais Querido e muita insatisfação nas arquibancadas, visto que os torcedores pediram a demissão de Renato Gaúcho. Em entrevista coletiva, o técnico assumiu a responsabilidade pela derrota.

— Se tem um culpado aqui, esse único culpado sou eu. Responsabilidade toda minha. O grupo não teve culpa de nada. O Athletico foi quatro vezes e conseguiu fazer três gols. O Flamengo criou mais de 20. Um time desorganizado não consegue criar assim – desabafou Renato.

Além disso, o técnico reconheceu os xingamentos recebidos pela torcida do Flamengo e tratou com ‘naturalidade’ o assunto. Ao longo da partida, a Nação Rubro-Negra que estava presente no Maracanã ecoou gritos pedindo a demissão de Renato, além de cantar uma música saudando Jorge Jesus, ex-treinador do clube.

— Sim. São justos. Em um clube grande como o Flamengo, no momento em que você não consegue o resultado que o torcedor quer, a cobrança vem. Eu sou pago para isso, podem esquecer o grupo do Flamengo, o culpado sou eu. A cobrança vai sempre existir, o torcedor é paixão. Eu aprendi com um amigo meu que futebol se resume a uma palavra: vitória. Quando perde, a cobrança é muito grande. Quando vence, todo mundo passa a ser bom, a ser excelente. Faz parte, é uma coisa normal. Quem não souber conviver com isso infelizmente está na profissão errada.


As melhores ofertas para produtos do Flamengo: aproveite desconto e brindes!


Cabe destacar, inclusive, que Renato Gaúcho deixou o cargo à disposição após a eliminação. No entanto, o vice-presidente de futebol, Marcos Braz, e o diretor executivo da pasta, Bruno Spindel, não acataram a demissão e convenceram o treinador a permanecer no comando do Flamengo. Em meio a isso, o Mais Querido se prepara para encarar o Atlético-MG, no sábado (30), às 19h (horário de Brasília), no Maracanã, pela 29ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Veja também

Participe da conversa

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • Depois das últimas derrotas ficou claro que os times adversários do Flamengo já sabem a fórmula para vencer que é se fechar, da a bola pro Flamengo e nos contra ataques fazer os gols da vitória!! Com o fluminense foi assim é ontem com o Atlético do mesmo jeito!! Isso dificuldade de quebrar as retrancas mostra que Renato não tem condições de orientar variações táticas!! Com Renato o time passou a ser desorganizado e sem criatividade para jogar. Time apático !! Daqui pra frente qualquer adversário vai estudar como os times que ganharam do Flamengo montaram a estratégia da retrancas e contra ataques. Pronto!!!