Diego treina com grupo e deve reforçar Flamengo contra o Bahia

FOTO: MARCELO CORTES/FLAMENGO

O elenco do Flamengo se reapresentou no CT Ninho do Urubu, nesta terça-feira (9) e teve novidade durante as atividades. Diego Ribas foi a campo e voltou a treinar normalmente com o restante do grupo. Assim, a tendência é de que o camisa 10 seja relacionado para o duelo contra o Bahia, na próxima quinta (11).

Diego Ribas não entra em campo desde o dia 27 de outubro, no duelo contra o Athletico-PR, pela Copa do Brasil, quando sofreu lesão na coxa direita. O meia vinha realizando trabalhos de recuperação e, nesta terça (9), voltou a treinar com o grupo de forma integral. A informação foi divulgada primeiramente pelo jornalista Venê Casagrande.


Quer comprar produtos do Flamengo pela internet? Conheça a loja mais rápida e segura!


Além do reforço de Diego Ribas, o Flamengo terá a volta de Andreas Pereira ao meio-campo na partida contra o Bahia. O belga-brasileiro cumpriu suspensão automática na última rodada, contra a Chapecoense e já pode atuar novamente.

Flamengo x Bahia será realizado às 19h (horário de Brasília), nesta quinta-feira (11), no Maracanã. O duelo terá exibição do Premiere FC, mas o Coluna do Fla traz a transmissão mais rubro-negra da internet, via YouTube, com a voz de Rafa Penido.

Veja também

Participe da conversa

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • Bela observação, Urubu Rei. Mas discordo quanto ao posicionamento do Willian Arão. Na minha opinião, o time fica vulnerável quando ele joga mais adiantado, devido ao fato dele ter menos mobilidade. Na minha opinião (pois já publiquei isso várias vezes), o Flamengo deveria jogar com um esquema de 3 defensores (3-5-2), com o próprio Willian Arão como um falso zagueiro. No meio, um segundo volante + 2 meias para congestionar essa parte do campo e ter controle das ações.

  • No melhor momento do Renato no Flamengo o Diego era titular com o Arão. Os dois jogavam lado a lado, quando um subia o outro ficava um pouco mais, mas no geral estavam alinhados. Depois o Renato recuou o Arão pra ser um primeiro volante mais clássico, aí o desempenho do Diego caiu, depois o Andreas entrou e era criticado pela dificuldade em recompor, e o Arão também foi caindo de rendimento. Gostaria de ver o time voltar a jogar com os dois volantes lado a lado, independente de quem sejam.