Ex-Flamengo, Rafinha é denunciado pelo STJD por ofensas à arbitragem do jogo contra o Palmeiras

FOTO: DIVULGAÇÃO/GRÊMIO

Multicampeão pelo Flamengo, Rafinha retornou ao Brasil no início do ano e chegou a negociar um retorno à Gávea. No entanto, as tratativas não foram continuadas e o jogador acabou acertando com o Grêmio. Defendendo o Tricolor Gaúcho, o lateral direito foi denunciado ao Superior Tribunal Justiça Desportiva (STJD) por ofensas à arbitragem do jogo contra o Palmeiras.

O confronto aconteceu no último domingo (31), na Arena do Grêmio, com vitória por 3 a 1 para o Palmeiras. O time visitante fez a festa no estádio do time adversário e causou revolta em Rafinha, que rasgou o verbo contra a arbitragem: “Vocês vão se f****, vieram nos prejudicar. Você e o Igor, do VAR, vieram nos prejudicar. Vai se f****, vai tomar no c*”, disse.


Saiba como se dar bem duplamente com vitórias do Flamengo!


Vale destacar que a equipe de arbitragem da partida foi composta por Savio Pereira Sampaio, assistido por Daniel Henrique da Silva Andrade e José Reinaldo Nascimento Junior. O quarto árbitro foi Rafael Rodrigo Klein e o VAR ficou sob o comando de Igor Junio Benevenuto de Oliveira.

Em agosto de 2020, Rafinha deixou o Flamengo para assinar com o Olympiacos, da Grécia. Contudo, em menos de seis meses, o lateral rescindiu com o clube e voltou para o futebol brasileiro. O atleta manteve longa negociações com o Mengo, mas não chegou ao acordo pelo retorno e, posteriormente, se acertou com o Grêmio.

Recentemente, Rafinha reencontrou o Flamengo três vezes, desta vez como rival, e levou a pior em duas oportunidades. Em duelo de ida e volta pela Copa do Brasil, o Flamengo venceu em grande estilo, com 7 a 0 no placar agregado. Já no último embate, pelo Brasileirão, o Grêmio levou a melhor e derrotou o Fla por 1 a 0, em pleno Maracanã.

Veja também

Participe da conversa

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • Gostaria de entender como um sistema de vídeo poderia “beneficiar” ou “prejudicar” algum clube? Acaso, os operadores têm a habilidade de distorcer as imagens, para forçar conclusões tendenciosas. Até hoje, não vi nenhuma emissora mostrar imagens que contestem as definições do VAR!