Marcos Braz demonstra indignação com arbitragem, mas destaca: “Flamengo não vem bem tecnicamente”

O Flamengo entrou em campo na noite da última segunda-feira (8) e decepcionou. Isso porque, diante da Chapecoense, na Arena Condá, o time comandado por Renato Gaúcho não saiu do empate em 2 a 2 e, com isso, deixou escapar importantes pontos na busca pelo tricampeonato brasileiro. No entanto, quem ganhou protagonismo na partida foi a arbitragem, que prejudicou o Fla em lances capitais. No desembarque da delegação no Rio de Janeiro, o vice de futebol do clube, Marcos Braz, criticou os erros cometidos contra o Mengo, mas fez questão de destacar que o Rubro-Negro não está bem tecnicamente.

– Eu acho que são erros crassos. No lance do Gabigol, por exemplo, ele estava bem atrás (linha de meio-campo), dentro do campo dele. Quer dizer… são erros primários. Não tem nem o que falar. E aí você junta isso com o Flamengo que não vem bem tecnicamente, as coisas não vêm acontecendo. Isso faz parte, quer dizer: não deveria fazer parte, mas é o que está acontecendo. E aí… erros de arbitragem. Não dá nem para falar, chega a ser ruim, chato.

O lance em questão aconteceu no final do primeiro tempo. Gabigol, que partiu de seu campo de defesa, recebeu passe de Willian Arão, tirou do goleiro e, com o gol aberto, teve o lance paralisado, por um suposto impedimento. Desta forma, além de errar a marcação, os assistentes também foram contrários à indicação da CBF de esperar o lance ser concluído para verificar alguma irregularidade.


Quer comprar produtos do Flamengo pela internet? Conheça a loja mais rápida e segura!


Além disso, Marcos Braz também criticou a falta de critério da entidade para escolher a arbitragem do confronto. Isso porque, os selecionados para a partida contra a Chape não fazem parte do quadro FIFA, situação diferente dos jogos de Atlético-MG e Palmeiras, líder e vice-líder do campeonato.

– Por que botar um trio de arbitragem que não tem experiência? Para quê? Você vai e coloca um trio de arbitragem experiente, com um árbitro experiente, num jogo de um time que está disputando, de outro time que também tem possibilidade de título e você vem com (inaudível) que não precisa. A comissão de arbitragem não precisa assumir esse risco. Assumiu e mais uma vez o Flamengo sai prejudicado. Não tem choro, mas chega uma hora que não tem como não falar.

 

Com problemas a serem resolvidos, tanto fora quanto dentro de campo, o Mengo segue com suas forças voltadas para o Brasileirão. Nesta quinta-feira (11), o time Rubro-Negro encara o Bahia, no Maracanã, pela 31ª rodada do Brasileirão. O duelo pode garantir ao Mengo, além de pontos importantes, confiança para a sequência da temporada, visto que, no dia 27 de novembro, o Fla tem a decisão da Libertadores da América, contra o Palmeiras.

CONFIRA A COBERTURA COMPLETA DO DESEMBARQUE DO FLAMENGO NO RIO DE JANEIRO

Veja também

Participe da conversa

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • Faz tempo ke eu falo ke esses medalhões só se preocupam com o salario deles …..Nos torcedores somos um idiotas

  • É isso mesmo. O juiz errou redondamente com as bençãos da CBF. Mas e o time? Quais as providências que a Diretoria tomará? Vamos simplesmente pagar esses altos salarios para o pessoal andar em campo? Exceto o Michael, ninguém correu, ninguém se empenhou. Tão recebendo em dia e fazendo pouco caso do manto. A Diretoria pelo menos esta vendo quem honra o que ganha? Gabigol, BH, ER, Arão e o Vitinho de sempre nitidamente fizeram corpo mole. Estamos falando do time mais poderoso do Brasil contra o lanterna do campeonato com um a menos