Novo mês, velhos problemas: em primeiro jogo de novembro, Flamengo perde jogador por questão física

FOTO: ALEXANDRE VIDAL / FLAMENGO

O Flamengo não tem apresentado um bom futebol dentro das quatro linhas. Renato Gaúcho já começa a ser questionado internamente no Rubro-Negro, mas o Departamento Médico também causa preocupação. Isso porque, no confronto com o Athletico-PR, Vitinho foi mais um atleta a ser substituído durante uma partida por sentir dores musculares.

 

Vale frisar que o empate de 2 a 2 com o Athletico-PR foi o primeiro compromisso no mês de novembro. No entanto, em outubro, o Flamengo teve bastante com problemas físicos: 14 ao total, média de uma a cada dois dias, aproximadamente. Diego Ribas foi quem mais sofreu: edema na panturrilha, dores e lesão na coxa direita.


Camisas do Flamengo, acessórios e muito mais: compre e ganhe brindes na melhor loja online do Mengão!


CONFIRA LISTA DOS ATLETAS LESIONADOS EM OUTUBRO:
01/10: David Luiz (lesão no adutor da coxa esquerda)
02/10: Diego Ribas (dores musculares na coxa direita)
03/10: Bruno Henrique (dores no adutor da coxa esquerda)
05/10: Gustavo Henrique (edema no adutor da coxa direita) e Diego Ribas (edema na panturrilha direita)
09/10: Diego Alves (trauma no pé direito)
11/10: Bruno Henrique (lesão no músculo adutor da coxa esquerda) e Arrascaeta (lesão no reto anterior direito).
16/10: Rodrigo Caio (programação de controle de cargas)
21/10: Gabigol (entorse no tornozelo direito)
24/10: Pedro (lesão de menisco)
29/10: Diego Ribas (lesão reto femoral da coxa direita) e Filipe Luís (lesão panturrilha esquerda)
30/10: Rodrigo Caio (dores no joelho)


Vitinho, é importante ressaltar, ainda será reavaliado pelo Departamento Médico, nesta quarta-feira (03), para detectar a gravidade ou se houve, de fato, lesão. Porém, dificilmente o atacante estará à disposição para o duelo de sexta-feira (05), contra o Atlético-GO. Esta partida será disputada no Maracanã, às 21h30 (horário de Brasília), em confronto atrasado da 19ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Kenedy é outra dúvida para a partida com o Atlético-GO, pois, embora estivesse no banco de reservas contra o Athletico, o jogador sofreu entorse no tornozelo na última semana e não conseguiu estar à disposição por sentir muitas dores e a região estar bastante inchada. Ou seja, com diversos problemas físicos, seja por desgaste muscular ou por trauma e baques, o Flamengo tenta se preparar da melhor forma, pois já há temor com possíveis desfalques para a final da Libertadores, contra o Palmeiras, no dia 27 deste mês, no Uruguai.

Veja também

Participe da conversa

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • Colegas, a copa do Brasil já foi e o brasileiro também, resta apenas a libertadores, mas, além
    disso tudo o flamengo precisa planejar 2022. A torcida acredita que o ÚNICO planejamento
    possível pra melhorar o flamengo é DEMITIR RENATO, mas, não é. O pior de tudo, é que a
    diretoria acredita nisso também, na primeira sequência de derrotas a torcida vai pedir a
    cabeça do treinador, e a diretoria vai seguir a torcida, e na melhor das hipóteses continua
    tudo como está ou piora mais ainda. E depois da dispensa continuamos com os mesmos
    zagueiros, com Vitinho como reserva de Arrascaeta, com ER7 em declínio e sem ninguém
    pro lugar, e a culpa adivinhe, será de quem, DO PRÓXIMO TREINADOR, e assim a vida segue.

  • DEPARTAMENTO MÉDICO UMA VERGONHA.
    DIRETORIA OMISSA E FROUXA
    ELENCO MORTO, IDOSOS E SEM PERSPECTIVA ALGUMA.
    TÉCNICO ARROGANTE SEM CONDIÇÕES TÁTICAS E EVOLUÇÃO NO ESQUEMA DE JOGO.
    MUITO DINHEIRO GASTO PRA NADA.
    FALTA COMANDO, PULSO FORTE

  • ATENÇÃO DIRETORIA! Toda essa história começa por uma incrível falta de planejamento. Está demonstrado que não adianta ter um elenco pago a peso de OURO, se o técnico é medíocre. Tudo começa com a contratação do Domenec, uma aposta infeliz da Diretoria que tentou economizar. Desde então, o Flamengo, mesmo tendo melhorado individualmente o elenco, não consegue apresentar um padrão de jogo e evolução técnica e tática. As vitórias mais se explicam pela força do elenco, quando o elenco quer jogar. Fora disso é um amontoado de jogadores fora de posição, sem disciplina tática alguma e desperdiçando oportunidades. Um verdadeiro caos. Pior, um verdadeiro desperdício. Porque apesar do elenco milionário, o campeonatos vem sendo jogados fora, um a um. ATENÇÃO! Hoje não somos mais favoritos para a final da LIBERTADORES. Ou se toma alguma providência enérgica, ou esse ano de 2021 vai ser a antítese de 2019. Vai ser o ano em que um elenco milionário conseguiu PERDER TUDO.

  • Nesse esquema caótico implantado pelo Renato em que todo jogador tem que correr dobrado vão sobrar lesões. Como dizia o Mister estão correndo errado.