Presidente do Bahia vê complô por rebaixamento da equipe

Através de rede social, Guilherme Bellintani fez fortes críticas à arbitragem da partida contra o Flamengo


O Flamengo venceu o Bahia por 3 a 0 na noite desta quinta-feira (11), no Maracanã, em duelo válido pelo Brasileirão. Apesar do resultado tranquilo, o jogo foi repleto de polêmicas. Isso porque, o VAR marcou pênalti para o Mengo em um possível toque de mão, e a equipe baiana ficou irritada. Guilherme Bellintani, presidente do time, chegou inclusive a fazer declarações fortes nas redes sociais contra a arbitragem e alegou um suposto “complô”.


Quer comprar produtos do Flamengo pela internet? Conheça a loja mais rápida e segura!


Em seu perfil no Twitter, o cartola disparou contra a arbitragem e um possível desfavorecimento para que sua equipe seja rebaixada para a segunda divisão: “O futebol brasileiro virou um escândalo, um assalto, um absurdo. Fechem as portas. Terceiro jogo seguido com erro afrontoso contra o Bahia. Vergonhoso, indisfarçável. Querem rebaixar o Bahia? Eu imagino porque. Mas não vão conseguir.”, escreveu o dirigente.

VEJA A PUBLICAÇÃO:

Esse resultado deixa o Bahia na 16ª posição na tabela do Brasileirão, uma posição acima da zona de descenso, a três pontos de distância. Mesmo brigando contra a degola, o time baiano não conseguiu superar o Mais Querido, que derrotou o rival sem muitas dificuldades e chegou aos 57 pontos no campeonato. O time figura da terceira colocação e está atrás de Palmeiras (58) e Atlético-MG (68), que estão com uma partida a mais que o Rubro-Negro.

Com o título brasileiro mais distante, os comandados de Renato Gaúcho tem a final da Libertadores pela frente, no dia 27 de novembro, Mas antes, o time tem compromissos pelo Brasileirão e já neste domingo (14), o Rubro-Negro tem o São Paulo pela frente, na 32ª rodada do torneio nacional, às 16h (horário de Brasília), no Morumbi.

ASSISTA AOS GOLS DA VITÓRIA DO FLAMENGO:

Veja também

Participe da conversa

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • Então vá cobrar da CBF!