“Se perder, não dá para achar que foi tragédia”: Braz fala sobre Libertadores e projeta final da temporada

Às vésperas da decisão continental, dirigente analisa briga pelo título e projeta final de 2021


No próximo sábado (27), o Flamengo vai entrar em campo pelo compromisso mais importante do ano: a final da Copa Libertadores. E já pensando na decisão do torneio continental e, consequentemente, no fim da temporada, o vice-presidente de futebol, Marcos Braz, abriu o jogo sobre o tema.

É o tamanho do peso de uma Libertadores. Quando se coloca em questão essa competição, ela tem todo um tamanho, uma engrenagem. O departamento de futebol precisa de ajustes, independente de título. É sempre necessário avaliar se não poderia ter feito melhor, tomado decisões melhores para ter mais brilhantismo. Se ganharmos, será uma temporada muito boa, acima da média. Se perder, não dá para achar que tudo foi uma tragédia -, disse, em entrevista ao GE.


Quer comprar produtos do Flamengo pela internet? Conheça a loja mais rápida e segura!


Vale destacar que, assim que Renato Gaúcho assumiu o Flamengo, o clube brigava por título nas três competições que disputava: Copa do Brasil, Campeonato Brasileiro e Copa Libertadores. No mata-mata nacional, a equipe de Portaluppi foi eliminado pelo Athletico-PR na semifinal e, no Brasileirão, após o empate com o Grêmio na última terça-feira (23), as chances de troféu são praticamente nulas. Resta então, apenas, a decisão do torneio continental para a temporada de um time milionário.

Apesar da declaração de Marcos Braz, o pensamento da torcida do Flamengo é bem diferente. O tropeço contra o Grêmio, que deu adeus à esperança que a Nação ainda depositava no Brasileirão, mesmo com todas as adversidades, aumentou ainda mais o peso da Libertadores, visto como uma ‘obrigação e salvação’ da temporada.

Em busca do único título possível em 2021, o Flamengo volta a campo no sábado (27), para enfrentar o Palmeiras. Rumo à Glória Eterna, o Mengo já desembarcou no Uruguai e iniciou o planejamento para a finalíssima. A bola vai rolar para cariocas e paulistas no Estádio Centenário, às 17h (horário de Brasília).

Veja também

Participe da conversa

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • Apesar de não gostar do Marcos Brás – tanto como pessoa quanto como profissional – ele tem razão. Desde 2016, o Flamengo vem apresentando boa performance geral (apesar de alguns tropeços) e conquistando boas colocações nas competições. Está SEMPRE nas primeiras colocações do Brasileirão (exceto 2017), chegando nas finais das competições de mata-mata e todos os anos GARANTE a classificação para a Libertadores. E se não fosse a pandemia, também estaríamos arrebentando nas bilheterias. Sim, muitas coisas podem ser melhoradas (especialmente relacionadas ao planejamento), mas no geral está ótimo.
    Terríveis são aqueles tempos em que brigávamos para não cair…

  • Sujeito insuportável!

  • Nossa véi! Esse cara é um boçal, arrogante e babaca! Se acha “o cara”! Zé ruela!

  • Esse Braz e um saco de bosta

  • Tragédia foi quando vc Marcos Brás trouxe o Dome, Rogério, Bruno Viana, manteve o Renê e o pior de todos, esse cara de pau e fanfarrão, o Renato Gaúcho.
    A tragédia maior de todas é vc Marcos Brás!
    Mesmo que ele seja campeão da libertadores por conta da individualidade dos jogadores, coloca pra fora, manda esse cara pra onde ele nunca deveria ter saído, para o Grêmio.
    Inadmissível o que o Renato fez ontem e vem fazendo com o Flamengo, nós torcedores que realmente amamos o clube não merecemos tudo isso.
    Se perder será a maior vergonha e o pior planejamento dos times grandes do futebol brasileiro.
    #Volta Pelaipe # VOLTA MISTER!!!

  • Tragédia já é… apostou em um cara que nunca tinha sido técnico… viu o erro, aí trocou pela incapacidade do Rogério… viu o erro, e continuou errando, apostando no Renato, que também não é um técnico de 1a linha. Foram incompetentes no projeto para esse ano, jogamos fora o brasileiro, passamos vergonha na CB e se conseguirem perder a Libertadores, podem abandonar. Já está sendo um segundo semestre de amadores e o Flamengo não tem mais espaço prá isso.

  • Diferente do Braz, acredito que 2021 será salvo se formos campeões, caso contrário, o ano
    não terá sido bom. no caso de derrota, o galo terá vencido o brasileiro, provavelmente a copa
    do Brasil, e o palmeiras terá vencido(outra vez), a libertadores e o flamengo terminará o ano
    de mãos abanando, pro dinheiro gasto, terá sido um fracasso. Me preocupa Braz dizer que o
    trabalho dele foi satisfatório, não foi, passamos o ano com Bruno, Leo e Gustavo na zaga,
    Rodrigo praticamente não jogou, e mais, ER7 caiu de produção e não veio NINGUÉM pra
    revezar com ele e ajudar Arrasca. Perguntado, Braz fala, vou trazer Thiago Mendes, volante,
    óbvio que o trabalho não foi e não está sendo bom, sem saída, é ser campeão no sábado.

  • Eu ficou puto, quando vêm com esse discurso perdedor! Já não bastava o técnico, agora vem o Marcos Braz!