Técnico da Chape revela que time “praticamente não treinou” antes de encarar o Fla

FOTO: MÁRCIO CUNHA / CHAPECOENSE

O Flamengo ficou no empate de 2 a 2 com a Chapecoense, nessa segunda-feira (08), em partida válida pelo Campeonato Brasileiro. Antes do confronto, o técnico interino Felipe Endres concedeu entrevista coletiva e revelou que pouco treinou o time visando o duelo com o Rubro-Negro carioca.

A gente vem trabalhando seja por conversas ou vídeos. Depois do jogo contra o Corinthians, a gente praticamente não treinou. Até o jogo, não temos um treino, propriamente dito. É muito vídeo, conversa e postura. É uma postura com a identidade do clube, é isso que a gente tem que ter, mostrar que queremos ganhar sempre. Se não der para ganhar, competir, mostrar o espírito ambicioso -, disse o treinador.


Quem será o próximo a perder para o Mengão? Saiba como lucrar com previsões esportivas!


É importante frisar, no entanto, que o Flamengo também teve pouco tempo para treinar. Afinal, após a vitória por 2 a 0 sobre o Atlético-GO, na sexta-feira (05), Renato Gaúcho teve apenas sábado (06) e domingo (07) para ajustar a equipe, sendo que viajou logo após a última atividade comandada. Os titulares, inclusive, participaram apenas da movimentação de domingo (07).

 

 

Novamente, o Flamengo terá pouco tempo para treinar, Após o jogo dessa segunda-feira (08), o Rubro-Negro volta a campo já na quinta-feira (11). O embate será disputado no Maracanã e terá início às 19h (horário de Brasília). Este embate é válido pela 31ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Veja também

Participe da conversa

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • Não treinou isto foi dito, mas jogou com importante reforço que foi a arbitragem. ” dois viados e duas piranhas querendo aprender arbitragem em jogo tão importante para nós. “Pena de morte para eles”

  • Urubu Rei, infelizmente tem um monte de gente frustrada nesta torcida que se compraz em meter o malho em técnicos e jogadores que estão ali, fazendo da melhor maneira possível (e dentro das suas capacidades) o seu trabalho. Por isso, “apesar dos apesares”, respeito essa galera que apesar de tudo, buscam honrar o manto sagrado. O que não tolero são esses dirigentes (que há tempos, já deveriam ter tomado medidas judiciais) e os torcedores que só apóiam quando as coisas vão bem! Até um tempo atrás, o Mengão era Malvadão e o Renato estava cotado a ter números melhores que o próprio Jorge de Jesus! Vai entender.

  • O empate com a Chapecoense, na minha opinião, deveria ser o ponto final da trajetória do Renato no Flamengo. Porém, isso não significa que a gente tem que ignorar a arbitragem criminosa que nos tirou sim 2 pontos ontem. A gente pode muito bem cobrar desempenho e ao mesmo tempo reconhecer que fomos roubados. O que eu não entendo é parte da torcida assistindo a arbitragem roubando o Flamengo rodada após rodada e fica quieta colocando a culpa de todos os nossos problemas no Renato. O Flamengo tem muitos problemas, e o Renato é só um deles. Departamento médico, pessoal que cuida dos gramados do Maracanã e ninho, e a arbitragem são outros problemas. Devemos cobrar TODOS! Se a torcida tivesse ido em massa cobrar o Gaciba depois de terça passada, eu duvido que o árbitro escalado para ontem seria aquele. Mas a torcida parece gostar de ver tudo dando errado pra apontar o dedo pro Renato e dizer eu avisei.

  • Para enfrentar o time do entregador de coletes, animador de vestiário, Renato Praiucho, não precisa nem treinar mais… Empatar com o lanterna e jogar a culpa toda na arbitragem é mta falta de senso crítico.

  • Isso só demonstra que o que acontece do lado de cá é absoluto descompromisso com o clube que paga altos salários para um bando de mercenários. Com raras exceções, ninguém está nem ai para o manto. Ninguém se esforça, ninguém briga pela bola, ninguém honra a camisa. As evidências ficam piores quando o adversário é o último colocado, joga com um a menos e paga ajuda de custo.