“Andreas ficou muito abalado, a família ficou muito triste”, diz lateral sobre meia do Flamengo

Matheuzinho revela amizade e diz como meio-campista ficou após erro na final da Libertadores da América de 2021

O Flamengo poderia ser tricampeão continental, porém, um erro fatal de Andreas Pereira, na prorrogação da finalíssima da Libertadores da América, pôs tudo a perder. O meia entregou a bola para o atacante Deyverson, que marcou o gol da vitória do Palmeiras. Matheuzinho falou sobre o assunto.

O lateral direito tem forte vínculo com Andreas Pereira, e Matheuzinho revelou como ambos começaram a amizade, que vem desde antes de atuarem juntos. Em entrevista ao GE, o cria do Ninho do Urubu contou ainda que não foi somente o meio-campista a ficar abatido com o erro na final da Libertadores. A família do atleta também sofreu bastante.


Saiba como se dar bem duplamente com vitórias do Flamengo!


O Andreas eu conheço desde 2016, em Londrina. Quando ele vinha para as férias do meio do ano, a gente se conheceu. Aí trocamos mensagem quando ele estava na Europa. Em 2020, eu já estava no Flamengo e conversamos bastante sobre Europa, Brasil… e nunca passou pela minha cabeça que ele jogaria comigo. Quando surgiu a oportunidade, comecei a falar “Vem! Vem para cá!”. E deu certo -, disse, antes de prosseguir:

Ele ficou muito abalado, era uma final de Libertadores. A família ficou muito triste. Eu quis dar meu apoio. Todos estavam vendo o Brasileiro impecável dele. Quando fiz o gol contra o Ceará, quis mostrar que estávamos com ele em todo os momentos -, concluiu.

Andreas Pereira tem contrato de empréstimo com o Flamengo até junho de 2022, pois pertence ao Manchester United (ING). Caso queira comprá-lo, o Fla terá que desembolsar cerca de 18 milhões de euros (algo em torno de R$ 115,5 milhões na cotação atual). O meia, que está marcado pelo erro na decisão continental, já manifestou o desejo de continuar no Rubro-Negro.

Veja também

Participe da conversa

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • Leandro, a falha aconteceu e pronto: causou um monte de danos. O atleta recebeu as devidas críticas e sua consciência, sabe que terá que se esforçar ao máximo, para compensar os seus erros. Agora, quer definir toda uma carreira por causa de um único erro?
    Não se esqueçam que o nosso grande ídolo Zico já perdeu um pênalti que não devia…

  • O único título que tínhamos chances reais, foi jogado fora pelo Andreas, que não tem posição nesse elenco. Ele não sabe que um jogador rubro negro raiz deve suar sangue. Ficou lá, ridiculamente estatelado ao chão, enquanto a torcida sofria seu último golpe nesse ano desastroso. O Clube de maior folha do Brasil sem títulos. Vexame protagonizado pela Diretoria que prefere importar jogadores caríssimos, mas sem o DNA rubro negro.

  • Abalados tamos nois com o k ele fez na final da libertadores prosa ruim