Landim desmente negociação com Jesus e nega pressão de Bap: “Estão querendo queimá-lo”

Presidente do Mengo citou ‘conversas preliminares’ sem sucesso com o Mister e reclamou de movimentações políticas contra dirigente


Em solo português, os dirigentes do Flamengo optaram por Paulo Sousa para assumir o comando técnico do clube. A escolha, entretanto, pegou muitos torcedores de surpresa, que aguardavam por um acordo com Jorge Jesus. Apesar das notícias envolvendo negociações co o Mister, o presidente do Mengo, Rodolfo Landim, negou qualquer acordo com o ídolo rubro-negro e explicou a escolha do clube.

Não havia negociação nenhuma em andamento e muito menos bem encaminhada com o Jorge. As conversas preliminares tidas com ele foram terminativas em todos os sentidos que se possa imaginar. Houve até posicionamentos formais do Benfica e do próprio Jorge em relação ao assunto — disse Landim, antes de completar:

Isso é gente querendo queimar o Bap. Ao que parece, os movimentos para a eleição de 2024 já começaram. O Paulo Sousa estava entre os nomes selecionados para contato pelo Comitê do Futebol. A partir daí, a bola ficou com o Marcos e o Bruno, para negociações e comigo para acompanhamento, orientação e aprovação. O resto é blá-blá-blá — concluiu o presidente, em contato com o Canal Paparazzo Rubro-Negro.


Quer comprar produtos do Flamengo pela internet? Conheça a loja mais rápida e segura!


Jorge Jesus, no entanto, estaria ‘desolado’ com o acerto entre Flamengo e Paulo Sousa. Segundo informações que circulam na imprensa portuguesa, o Mister acredita que o Mengo deveria ter esperado mais por ele e, por isso, estaria chateado com Marcos Braz a Bruno Spindel.

Veja também

Participe da conversa

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *