“O tempo não era mais nosso aliado”, diz Braz sobre desistência por Jorge Jesus

Vice de futebol do Flamengo afirmou que Paulo Sousa era a melhor opção para o clube

Na última quarta-feira (29), o Flamengo anunciou Paulo Sousa como o novo comandante da equipe principal para a temporada de 2022. Incomodado com a definição de ‘novela’ para as negociações, o vice-presidente de futebol do Fla, Marcos Braz, afirmou que o português era a melhor opção para o clube neste momento. Além disso, o dirigente ressaltou que o tempo não era aliado do Rubro-Negro em relação a Jorge Jesus, que ainda tinha contrato vigente com o Benfica, de Portugal.

— O que eu posso falar é que quando o Flamengo chegou aqui na Europa, o tempo era nosso aliado. O Flamengo só iria se apresentar no dia 10 e a gente poderia fazer algumas ações. A gente tinha um tempo razoável para entender e conhecer um ou dois técnicos. E quando o Flamengo entendeu que o tempo começou a não ser nosso aliado, a gente, com calma, decidiu. Foi isso que aconteceu. Claro, direto. Eu entendo a preocupação da torcida do Flamengo. Eu respeito a preocupação da torcida do Flamengo a ser um determinado nome que poderia estar em questão. O Marcos Braz poderia até querer esperar mais um pouquinho, mas o vice-presidente de futebol do Flamengo chegou no limite e não podia mais esperar nenhum dia -, disse, em entrevista à TNT Sports, antes de completar:

E isso eu também posso falar do Bruno Spindel, como Bruno Spindel e como o diretor executivo de futebol do Flamengo. Chegou em um determinado momento que a gente entendeu que o tempo não era mais o nosso aliado e colocaria em risco algumas ações e o Flamengo veio para cá muito determinado, muito bem planejado. Não adianta as pessoas falarem que teve novela, porque não teve novela nenhuma. Mais uma vez: em uma semana o flamengo tinha um técnico já direcionado, dentro do norte e foi isso que aconteceu. A gente espera que 2022 seja um ano de muito feliz, de vitórias e eu tenho convicção de que, nesse momento, foi a melhor escolha para o Flamengo -, finalizou.

As melhores ofertas para produtos do Flamengo: aproveite desconto e brindes!

Menos de 48 horas depois do Flamengo firmar um acordo com Paulo Sousa, Jorge Jesus, sonho de consumo da torcida rubro-negra, entrou em comum acordo com o Benfica e deixou o cargo de treinador da equipe portuguesa. A situação, claro, fez com que torcedores acreditassem em uma ‘reviravolta’ no caso para que Mister retornasse ao Mais Querido. No entanto, o Fla manteve o planejamento com o conterrâneo de Jesus e o anunciou na última quarta (29).

Paulo Sousa assinou com o Mais Querido até o fim de 2023. Para fechar com o Flamengo, o treinador pagou a multa rescisória no valor de R$ 2 milhões do próprio bolso à Federação Polonesa de Futebol, visto que ele ainda tinha contrato com a Seleção da Polônia. Agora, o português aguarda para se apresentar oficialmente ao clube no dia 10 de janeiro, quando o elenco retorna das férias.

Veja também

Participe da conversa

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • Ninguém tem bola de cristal pra saber o futuro, se tivesse nem estaria aqui, estaria fazendo
    a mega sena. Agora vou guardar as palavras de Marcos Braz “o flamengo veio para cá muito
    planejado muito bem determinado” se o flamengo começar o ano com Gustavo H e Leo P
    na zaga( Rodrigo C foi operado e David L com 34), e ninguém pra ajudar Arrascaeta no meio,
    uma coisa que o Depto de futebol não tem é planejamento.

  • Maria vai com as outras essa Flamimimi. Duvido q conheçam o trabalho do cara pra cravar que 2022 será sem êxito. Quem tem a Flamimimi não precisa de adversário

  • INCOMPETENTES, trouxe
    mais um a lá DOMEN, já começa a justificar o futuro e certo não êxito.

    2022 nem chegou e já se foi, que venha logo 2023