Braz revela conversa ‘dura’ com elenco ainda em 2021 e admite pedido especial a Paulo Sousa antes da contratação

Vice-presidente de futebol do Flamengo deu detalhes de bate-papo com grupo rubro-negro e novo treinador

Depois de um 2021 frustrante, o Flamengo buscou se planejar minuciosamente para a temporada 2022. Não à toa, foi até a Europa buscar o novo treinador, Paulo Sousa. Com treinos intensos e uma série de mudanças no Centro de Treinamento Ninho do Urubu, o português havia sido avisado pelo vice-presidente de futebol do clube, Marcos Braz, que o Fla queria passar por uma reestruturação. Além disso, o dirigente, ainda no ano passado, havia conversado com o elenco rubro-negro que mudanças aconteceriam no dia a dia do grupo.

Já tínhamos conversado ainda no ano passado de que neste ano a margem para manobras seria menor e teria mais cobrança. Todos sabiam que seria um ano diferente, com mudanças que vão seguir acontecendo gradativamente. Nosso planejamento já previa um dia a dia diferente e isso foi conversado e alinhado em parceria com o novo treinador nas reuniões após o acerto. Passamos para eles o que queríamos para que a reestruturação do departamento fosse encaixada com a metodologia do Paulo e de sua comissão -, disse, em entrevista ao GE.


Quem será o próximo a perder para o Mengão? Saiba como lucrar com previsões esportivas!


Paulo Sousa começou a pré-temporada à frente do Flamengo no último dia 10 de janeiro. Desde então, costumes do time vencedor de 2019, voltaram como: ponto biométrico para marcar horários de chegada e saída dos jogadores, obrigatoriedade de refeição pré e pós-treino, e restrição ao uso do celular.

Além disso, o departamento de futebol teve mudanças e remanejamentos. O preparador de goleiros Wagner Miranda e o preparador físico Rafael Winicki deixaram o clube. Já o analista Cadu Furtado foi para o Cruzeiro, o preparador físico Alexandre Sanz saiu da linha de frente e o médico Mauro Fonseca desceu definitivamente para base.

Outro ponto a destacar tem sido a intensidade e cobrança mostradas no dia a dia dos treinos. Paulo Sousa, inclusive, pediu a instalação de um telão na beira do gramado de um dos campos do CT, com o objetivo de mostrar aos jogadores ‘ao vivo’ onde aconteceram erros e no que é possível melhorar. 

Veja também

Participe da conversa

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • Gilvandro teu cu fila da pauta tu nunca foi flamenguista. O elenco é mesmo nois só não tinha técnico!

  • Não adianta treinar porqueo time é o mesmo, não tem variação de jogadas, os jogadores está na moleza, não tem jogadores se alto nível no banco de reservas e os adversários já têm a receita para ganhar fácil do Flamengo!! Sou Flamengo e sei que vai ser novo sofrimento em 2022!!! A diretoria nem se fala de tanto vacilo que dá!!!