Flamengo acerta renovação milionária com a Adidas

Rubro-Negro tem novo vínculo com a fornecedora de material esportivo até 2025


Parceiros desde 2013, Flamengo e Adidas renovaram mais um vínculo. O contrato entre as partes seguirá até 2025, com menos participação no material esportivo, mas maior entrega de royalties. Dessa forma, os valores recebidos pelo Mais Querido saltarão de R$ 40 milhões, no atual, para R$ 69 milhões na nova questão. É importante frisar, ainda, que o acordo será selado pelo Conselho Deliberativo do Rubro-Negro no dia 17 de janeiro.

Com mais quatro anos de vínculo junto a Adidas, e com possibilidade de receber no mínimo R$ 69 milhões por ano, já é possível afirmar que a parceria é um sucesso para o Flamengo. Além disso, a distribuidora de materiais esportivos também lucra com o Mais Querido, visto que lança, anualmente, diversas linhas exclusivas do clube. Vale destacar que, mesmo com a necessidade de votação, a pauta deve passar pelo Conselho Deliberativo sem sustos. A informação é do Portal UOL.

Como mencionado, os vínculos entre Flamengo e Adidas estão em vigência há bastante tempo no clube. Quando assumiu a presidência do clube, em 2013, Eduardo Bandeira de Mello trocou a Olympikus pela Adidas, decisão que provou ser bastante acertada. Ao todo, já são oito anos de parceria e valores que estão muito acima do que qualquer outra equipe brasileira recebe.


Aproveite a boa fase do Flamengo para lucrar!


Além da Adidas, o Rubro-Negro também renovou outros vínculos para 2022. Com a saída da Sportsbet, a empresa PixBet, também do ramo de apostas, assumiu o patrocínio. Vale destacar, também, os novos contratos com a Havan e ABC da Construção. Ao todo, o pacote renderá mais de R$ 70 milhões ao clube, fato que faz com que o Mais Querido seja a equipe que mais arrecada com parceiros no Brasil.

Veja também

Participe da conversa

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • como os caras negociam bem. impressionante. reclamei muito da nao contratacao do jesus. acho que erram muito na escolha de tecnico. mas como negociam bem patrocinios.