Ala política cobra “total reestruturação” no futebol do Flamengo

Grupo está revoltado com últimos resultados e contratações de técnicos da atual gestão


O Flamengo perdeu por 1 a 0 para o Red Bull Bragantino, e o resultado serviu como estopim para a crise interna nos bastidores do clube. Os dirigentes decidiram demitir Paulo Sousa, que ainda não foi avisado, mas sairá do comando da equipe até sábado (11). Porém, essa mudança não é a única que um grupo de conselheiros deseja.

Cerca de 30 conselheiros escreveram e enviaram uma carta a Rodolfo Landim e a Marcos Braz, presidente e vice-presidente de futebol do Flamengo. Eles pedem mudanças no departamento, solicitando profissionalização da pasta.


Camisas do Flamengo, acessórios e muito mais: compre e ganhe brindes na melhor loja online do Mengão!


“Não se trata somente de continuar ou não com nosso treinador. Não se trata somente de reformular nosso elenco. Precisamos transformar, revolucionar o Departamento de Futebol do Flamengo. Implementando uma filosofia única, permeando as categorias de base até chegar ao Time Principal”, escreveram em parte do texto.

Os conselheiros também pedem maior profissionalismo nos bastidores do futebol rubro-negro: “Contratando os melhores profissionais do mercado, oferecendo planos de carreira e salários atrativos, estruturando o CT com medidas inovadoras, que serão lembradas por gerações”.

Enquanto Braz e Landim analisam se haverá ou não mudanças no Departamento de Futebol, Paulo Sousa espera ser comunicado da demissão. Os dirigentes, contudo, estudam a melhor logística para mandar o português embora, pois não há substituto interino. Com isso, o comandante deve orientar a atividade desta quinta-feira (09), em Atibaia.

CONFIRA A CARTA NA ÍNTEGRA:
A um passo da Eternidade… ou do Abismo…

Senhores, não de trata de apontar culpados. Não se trata de enumerar erros e problemas. Somos um grupo de conselheiras e conselheiros da situação, da oposição e independentes, ansiando por soluções e procurando ajudar.

Senhores, dispam-se de suas armaduras, e não enxerguem a gente como contestadores ou até inimigos, mas como irmãos de luta, buscando o melhor para nosso amado Clube. O Flamengo está longe de se encontrar em um beco sem saída: ele está de frente para uma encruzilhada, e o caminho que tomaremos vai definir qual rumo desejamos traçar para nosso futuro. Precisamos nos livrar das amarras do passado, olhar o presente e iniciar um projeto de total reestruturação do Futebol, nosso carro-chefe, nossa joia, objeto de desejo de todos os outros Clubes brasileiros, e razão de ser da nossa maravilhosa Torcida.

Senhores, não se trata somente de continuar ou não com nosso treinador. Não se trata somente de reformular nosso elenco. Precisamos transformar, revolucionar o Departamento de Futebol do Flamengo. Implementando uma filosofia única, permeando as categorias de base até chegar ao Time Principal. Contratando os melhores profissionais do mercado, oferecendo planos de carreira e salários atrativos, estruturando o CT com medidas inovadoras, que serão lembradas por gerações.

Senhores, o futuro está olhando para a gente. Estamos a um passo de sermos lembrados e julgados pelas nossas ações de hoje, pelo destino que vamos escolher. Senhores, estamos nos colocando a sua disposição para ajudar, para apoiar essas mudanças que urgem. E vocês, senhores? Estariam dispostos a mudar?

Veja também

Participe da conversa

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • Concordo plenamente com essa posicão. ” Não se trata somente de continuar ou não com nosso treinador. Não se trata somente de reformular nosso elenco. Precisamos transformar, revolucionar o Departamento de Futebol do Flamengo. Implementando uma filosofia única, permeando as categorias de base até chegar ao Time Principal”, escreveram em parte do texto”.