Paulo Sousa admite ter planejado Léo Pereira e Pedro como dupla de ataque

Treinador disse que a ideia era ter o zagueiro ‘enfiado’ na área para ajudar o setor ofensivo

Na noite desta quarta-feira (08), o Flamengo, mais uma vez, não apresentou um bom desempenho e foi derrotado por 1 a 0, pelo Red Bull Bragantino. Com o revés na décima rodada do Campeonato Brasileiro e a demissão cada vez mais perto, Paulo Sousa falou sobre ter planejado as ‘mudanças’ do time nos minutos finais do embate.

O que mais chamou a atenção foi quando o zagueiro Léo Pereira foi acionado para tentar atuar avançado ao lado do camisa 21, ou seja, como uma espécie de atacante. Após a partida, a tentativa de Paulo Sousa foi abordada e o treinador abriu o jogo: “As mudanças, primeiro com Pedro, depois da expulsão percebemos que o adversário ia baixar ainda mais as linhas. Tivemos a opção de um zagueiro junto ao Pedro no corredor central, mas não aconteceu”, disse.


As melhores ofertas para produtos do Flamengo: aproveite desconto e brindes!


Vale ressaltar que as substituições foram as seguintes: Gustavo Henrique substituindo Rodrigo Caio, Filipe Luís entrando no lugar de Ayrton Lucas e Arão na posição de Thiago Maia. Além disso, Marinho foi acionado e Everton Ribeiro ‘sacado’ e, por fim, Lázaro saindo para a entrada de Vitinho. Fora isso, o time mudou a disposição tática na tentativa de ficar mais ofensivo.

Agora, com a demissão de Paulo Sousa cada vez mais próxima, o Flamengo terá que virar a chave para amenizar a crise e voltar a vencer no Brasileirão. Neste sábado (11), o Mais Querido enfrenta o Internacional, pela 11ª rodada da competição nacional, no Beira-Rio, a partir das 21h (horário de Brasília).

Veja também

Participe da conversa

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • Paulo Souza consegue ser pior que Domenec e Rogerio Ceni. Só essa diretoria incompetente para contratar isso. Trouxeram mais um aprendiz para um dos melhores eelnco da America do Sul. Essa diretoria só pode estar de brincadeira. Analisem depois de Jorge Jesus o valor pago pelo clube na demissão de técnicos.

  • O cara está louco e estragou o que a equipe ainda tinha de bom (sem Arrascaeta).
    Pedro é um poste, que muitos acham que joga bem. Peça nula em vários jogos.
    Léo Pereira até se apresenta em algumas bolas, mas não tem a menor vocação para gol. Nunca mais fará dois gols numa única partida.
    Fora PS, MARINHO, ARÃO, PEDRO E UM BANDO DE PERNAS DE PAU, QUE O PS ACHA QUE VAI APRESENTAR ALGUM FUTEBOL.

  • Isso só pode ser piada, não tem condição