Bem servido de volantes: veja números de Pulgar e Vidal na Europa

Dupla chilena chega para fortalecer ainda mais o elenco do Flamengo


Nesta sexta-feira (29), o Flamengo fechou oficialmente com mais um reforço para a temporada: Erick Pulgar. O chileno é o terceiro jogador que chega ao clube Rubro-Negro nesta janela de transferências. Companheiro de seleção do novo camisa 5 da Gávea, Arturo Vidal também é recém-chegado à equipe carioca. Ambos os compatriotas jogaram na Itália e possuem bons números no continente europeu.

VEJA AS ÚTLIMAS TEMPORADAS DOS VOLANTES DO MENGÃO NA EUROPA:

O Flamengo supriu a saída de Willian Arão para o Fenerbahçe (TUR), de Jorge Jesus, com os dois volantes de nível europeu. Com qualidade na posição, os reforços tem bons números nas últimas cinco temporadas no Velho Continente. Começando com Erick Pulgar, o chileno iniciou como titular 126 das 150 partidas que disputou. No período, o novo camisa 5 do Mais Querido fez 17 gols e anotou 15 assistências para os companheiros. Além disso, o jogador costuma ajudar na construção ofensiva, uma vez que deu 215 passes decisivos. No âmbito defensivo, o atleta recuperou 884 bolas e fez 282 desarmes.

Os números de Arturo Vidal também são positivos jogando na Europa. Levando-se em conta também as últimas cinco temporadas, o chileno foi titular em pouco mais de 50% dos jogos, 107 de 202 partidas. No intervalo em questão, o camisa 32 do Flamengo, balançou as redes em 21 oportunidades, com 17 assistências. Na defesa, o volante conta com 405 desarmes e 744 bolas recuperadas.


As melhores ofertas para produtos do Flamengo: aproveite desconto e brindes!


Coincidências não faltam para a dupla: ambos são volantes, chilenos e atuavam em times da Itália antes de se transferirem para o Flamengo. Erick Pulgar, pertencia à Fiorentina, mas estava emprestado para o Galatasaray, da Turquia. Já Vidal, atou as últimas duas temporadas na Inter de Milão, onde conquistou uma Copa da Itália e um Campeonato Italiano.

Veja também

Participe da conversa

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • *AMOR POR SUA FAMÍLIA QDO DECIDIU VOLTAR P PORTUGAL DEVIDO A PANDEMIA DE COVID.

  • Ao que parece solução muito inteligente p o meio de campo. Porém burra foi a forma de conseguirem isso, na questão das saídas do ARÃO e do Diego RIBAS, q até já decidiu parar de jogar devido as pressões patrocinadas p diretoria q de forma insana decidiu DESTRUIR tudo o q foi feito por JORGE JESUS, inclusive o time q montou e que foi CAMPEÃO várias vezes em tão pouco tempo. Vale dizer p o LANDIM q o JJ AGIU SEMPRE POR AMOR. AMOR POR SUA FAMÍLIA QDO DECIDIU VOLTAR P PORTUGAL DEVIDO A SUA FAMÍLIA E FINALMENTE, TAMBÉM P AMOR, QDO FEZ DE TUDO Q PODIA P VOLTAR AOS BRAÇOS DA NAÇÃO, DOS SEUS AMIGOS, JOGADORES E ETC. DO CLUBE. SE AS COISAS CHEGARAM AO PONTO MÁXIMO FOI JUSTAMENTE P CONTA DO ÓDIO, NÃO DELE, MAS ALHEIO. ALIÁS QUE TAMANHO DESSE ÓDIO! TALVEZ ESCOLHIDO JUSTAMENTE P IMPEDIR O IMENSO AMOR DO JJ, DO IMENSO DESEJO DE VOLTAR P O BRASIL, P O FLAMENGO. NÃO SEI SE MUITO JÁ REPARAM, MAS O JORGE JESUS É APAIXONADÍSSIMO PELO FLAMENGO… E ESSA PAIXÃO, COITADO, E LHE PODERÁ TRAZER MUITA TRISTEZA. MAS, DEUS É JUSTO, SEMPRE ESTARÁ AO LADO DOS BONS. E P ELE NADA SERÁ IMPOSSÍVEL.