Dorival é firme ao defender rodízio no Flamengo: “Tenho convicção no que faço”

Treinador do Flamengo garante foco total nos campeonatos até o final da temporada

O Flamengo tem encontro decisivo marcado para esta quarta-feira (14). Após vencer o São Paulo por 3 a 1 no primeiro jogo da semifinal da Copa do Brasil, os times se enfrentam novamente pela partida de volta, no Maracanã. Em entrevista ao GE, o técnico Dorival recebeu o Maestro Júnior para uma conversa sobre o trabalho que o treinador vem fazendo, nesses três meses como comandante do Rubro-Negro.

Maestro Júnior, ídolo da torcida rubro-negra, em bate-papo com o técnico no Ninho do Urubu, levantou a questão dos dois times do Flamengo, para os diferentes campeonatos que o Mais Querido tem disputado. Dorival Júnior respondeu com segurança o que pensava sobre o Fla estar na disputa de três campeonatos ao mesmo tempo – Copa do Brasil, Libertadores e Brasileirão.

— Tenho convicção no que faço. Será que está certa essa desconfiança por um empate ou outro? Vamos pensar: por que os campeonatos não são mais divididos pelo ano? Hoje, você acaba penalizando as equipes que chegam em todas as competições.

Depois de longo diálogo sobre os bastidores do futebol, Dorival respondeu sobre a prioridade nas competições e, perguntado se o esquema de rodízio foi a melhor decisão para o time, o treinador não hesitou ao responder que pensa não só nos títulos, mas no desgaste dos jogadores.


Camisas do Flamengo, acessórios e muito mais: compre e ganhe brindes na melhor loja online do Mengão!



— A atitude tomada (poupar) foi certa. As decisões foram corretas. Ano passado o Flamengo chegou num momento de decisões fragilizado em razão de lesões em sequência. Vamos correr o mesmo risco? Por quê? Ah, queremos todas as competições. Mas pode ficar sem nenhuma – reforçou Dorival.

Dorival Júnior tem feito um grande trabalho no Flamengo, reconhecido Brasil afora. Em apenas três meses sob o comando do time, o treinador alcançou grandes feitos, e caminha para a conquista de títulos importantes. Em 27 jogos, são 19 vitórias, 4 empates e apenas 4 derrotas. Em conversa com Júnior, o técnico admitiu que não esperava que o trabalho funcionasse tão bem em tão pouco tempo.

— Não esperava. Não tão rápido. Eu esperava resgatar a confiança dos jogadores, que a grande maioria eu já havia trabalhado. Alguns aqui no Flamengo, em 2018, alguns deles no Santos, o Filipe Luís praticamente começou comigo no Figueirense. Isso deixou menos complicado, já conheço as características de cada jogador.

O Flamengo, como dito anteriormente, enfrenta o São Paulo nesta quarta-feira (14), no Maracanã. O duelo, que decide um dos finalistas da Copa do Brasil, começa às 21h45 (horário de Brasília). O jogo terá exibição da Rede Globo, na TV aberta, e da Amazon, via pay-per-view. O Coluna do Fla, por sua vez, traz a transmissão mais rubro-negra da internet, no YouTube.

Veja também

Participe da conversa

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • É normal é aceitavel que torcedores leigos em medicina esportiva opinem fundados eu seus desejos e em suas imaginações. Na imaginação, no desejo, o treinador pode disputar 120 partidas com a sma escalação. Os jogadores são todos ideais, quase inumanos, sobrenaturais, não sofrem desgates físicos, riscos de lesões por stress, seus organismos se recompõem em poucas horas.

  • Sinto um déjà-vu !!
    A frase que o Dorival diz que “tem convicção no que faz” já ouvi antes: PAULO SOUSA!
    Credo !!