Dorival rebate críticas por usar time misto no Brasileirão: “Não mudamos nosso comportamento”

Flamengo não saiu do empate com o Ceará


O Flamengo não conseguiu fazer o dever de casa contra o Ceará e empatou em 1 a 1, no Maracanã, pela 25ª rodada do Brasileirão. Mantendo os mesmos sete pontos de diferença em relação ao líder Palmeiras, o técnico Dorival Júnior foi alvo de críticas por parte da torcida rubro-negra, que pedia o time titular neste domingo (04). No entanto, o treinador rebateu as críticas.

De modo geral, nós não mudamos o nosso comportamento e nós não vamos alterar, até porque, quando todos dizem que já temos uma situação definida e em razão disso poderíamos pensar de outra forma, eu não concordo. Acho que, no futebol, você não pode ter essa certeza. Nunca você tem que ter segurança do que esteja fazendo, e consciência acima de tudo. O time que foi a campo foi um time capaz de fazer um grande jogo — disse Dorival, na coletiva pós-jogo.


As melhores ofertas para produtos do Flamengo: aproveite desconto e brindes!


Ainda para justificar o empate em casa, o treinador rubro-negro exaltou a equipe adversária. Para Dorival Júnior, que, inclusive, deixou o Ceará para assumir o Flamengo, o sistema defensivo alvinegro conseguiu ser eficiente. Entretanto, o comandante apontou que faltou a dinâmica de jogos anteriores por parte do Fla.

Nós enfrentamos uma marcação muito definida, forte e isso foi falado, foi alertado, nós trabalhamos, inclusive, em cima disso. Eles foram felizes no primeiro tempo, e nós não tivemos a mesma dinâmica que apresentamos em outros momentos. Tivemos que alterar — justificou Dorival, antes de completar:

— Mesmo sendo um jogo muito bem detalhado em relação a tudo que poderia acontecer, o gol que tomamos foi justamente em jogada como essa. Voltamos para o segundo tempo de outra forma, outra postura, empatamos logo no início, tivemos um volume muito bom de jogo. Criamos várias oportunidades e não tivemos apenas a possibilidade da definição do resultado. Nós temos que respeitar quando isso acontece, tirarmos as lições possíveis e continuar trabalhando com a mesma missão que sempre foi — completou.

SEQUÊNCIA DO FLAMENGO

Apenas com mais um ponto na bagagem, o Flamengo ‘vira a chave’ e se prepara para a ‘decisão’ de quarta-feira (07), contra o Vélez Sarsfield (ARG). O duelo de volta das semifinais de Libertadores acontece às 21h30 (horário de Brasília), também no Maracanã. Lembrando que a vitória de 4 a 0 em Buenos Aires permite ao Mengão perder por até três gols de diferença, que, mesmo assim, alcança a final da competição continental.

Mais à frente, na próxima rodada do Brasileirão, o time de Dorival Júnior mede forças com o Goiás, às 19h (horário de Brasília) do domingo (11). Enquanto isso, o líder Palmeiras recebe o Juventude, na capital paulista.

Veja também

Participe da conversa

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • Só fez bobagem hoje Dorival!!!! Seu Gabigool os cara bota uma pilha nele cai, igual um vizinho alucinado

  • SEJAMOS HONESTOS A CULPA É:
    SONRISAL ESCALOU TIME RESERVADA, MOSTROU SINAL DE SER COVARDE E FROUXO.
    GABILIXO, UM VEADO DESESPERADO E DESCONTROLADO EM CAMPO, CONSEGUIU SER EXPULSO, SE FIZER ISSO EM UMA FINAL E MELHOR MANDAR ESSE BABACA PRO INFERNO .
    ATAQUE MORTO, MEIO CAMPO NULO.
    J.J O MISTER ESTAVA CERTO TEM DE JOGAR, SÓ VAI SER POUPADO OU BANCO SE ESTIVER MORRENDO, HOSPITALIZADO. SE TEM CONDIÇÃO TEM DE ENTRAR EM CAMPO, SÃO PAGOS PRA ISSO.
    TIME DE FROUXOS E COVARDES, SEM RAÇA, SEM FOCO, SEM DETERMINAÇÃO E VONTADE DE VENCER, FUTEBOL MEIA BOCA……

  • Nos últimos jogos tem feito cagadas. E de novo hoje. Além disto, os jogadores já estão faze
    ndo as festas de meio de semana… Já ganharam vários campeonatos em 2022.

  • BOMBA. BOMBA. O serviço de contraespionagem do Flamengo descobre que Dorival é palmeirense. Kkkkk. Só pode. Francamente

  • Aí é que está o principal problema dos técnicos brasileiros. Eles seguem um roteiro fixo e não conseguem se desviar dele de forma alguma. Falta inteligência. O Dorival estabeleceu um plano de usar o time B no Brasileirão porque estava distante do Palmeiras na tabela e via mais chances de ser campeão nas Copas. Até aí, tudo bem. Era uma estratégia lógica. Só que o futebol é um esporte dinâmico. A situação mudou favoravelmente ao Mais Querido. O time enfiou uma goleada histórica no Velez na quarta, o que praticamente garantiu a classificação para a final da Libertadores, e o Palmeiras vacilou ontem e perdeu dois pontos. Era a hora de o Dorival ter escalado um time mesclado hoje, com Vidal, Everton Ribeiro ,João Gomes e Matheusinho e Pedro. Por que entrar com Diego Ribas, que joga mal toda vez que atua como titular, e com Varela, Cebolinha e Marinho , todos sem ritmo de jogo ou muito mal, em uma partida decisiva ,sabendo-se que o Mengão poderia reduzir a desvantagem para o Palmeiras no Brasileirão para cinco pontos? E o pior que , se o Flamengo tiver novas oportunidades de reduzir a desvantagem contra o Palmeiras, o Dorival fará o mesmo que fez hoje. Técnicos brasileiros pensam assim e nunca vão mudar. Uma pena que o Mais Querido não tem dinheiro para trazer um Guardiola ou um Klopp( ou eles não se interessariam em trabalhar no mercado brasileiro). Com o elenco que o Mengão tem, um técnico de primeira prateleira no futebol mundial nos levaria a brigar pela Tríplice Coroa.

  • Burro. Burro. Burro. De novo escalação medonha. Esta sacrificando o Vitor Hugo (futuro) pra passar pano pro Diego (passado). Covardia e entrega para o Palmeiras. Ataque ineficaz nas duas pontas. Treinador brasileiro é uma tristeza, tem raciocínio raso.