Flamengo publica nota de repúdio contra torcedor em episódio de assédio antes de jogo com Vélez

Episódio aconteceu nos arredores do Maracanã


O Flamengo precisou se posicionar fora das quatro linhas horas antes da ‘decisão’ contra o Vélez Sarsfield (ARG), no Maracanã. Na cobertura do duelo de logo mais, pela semifinal de Libertadores, a jornalista Jéssica Dias, da ESPN, sofreu assédio ao vivo, enquanto trabalhava nos arredores do estádio. Indignado com a postura do torcedor rubro-negro, o clube da Gávea soltou nota nas redes sociais.


As melhores ofertas para produtos do Flamengo: aproveite desconto e brindes!


VEJA NOTA:

“O Clube de Regatas do Flamengo repudia o assédio cometido por um torcedor rubro-negro com a jornalista da ESPN Jéssica Dias durante reportagem antes da partida desta noite. É lamentável que atos repugnantes como este, que não representam a Nação Rubro-Negra, ainda aconteçam”, publicou o Flamengo.

O episódio aconteceu enquanto a repórter Jéssica Dias, da ESPN Brasil, estava ao vivo em trabalho à emissora. Nos arredores do Maracanã, a jornalista estava no meio de um grupo de torcedores flamenguistas para cobrir a expectativa da Nação antes de Flamengo x Vélez Sarsfield. No entanto, um homem apareceu atrás da profissional e deu um beijo no rosto da comunicadora.

VEJA VÍDEO:

Por trás das câmeras, os cinegrafistas da emissora conseguiram segurar o homem e o encaminharam aos seguranças do estádio. Depois do assédio ao vivo, o torcedor, acompanhado do filho, ficou detido no departamento de segurança da concessionária do Maracanã.

Em campo, o Flamengo está com a classificação encaminhada para a final da Libertadores. O triunfo de 4 a 0 na ida permite o Mengo perder por até três gols de diferença. Lembrando que o embate começa às 21h30 (horário de Brasília) desta quarta-feira (07), no Maracanã. O Coluna do Fla transmite o duelo ao vivo, no YouTube.

Veja também

Participe da conversa

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • Kkkk! É isso aí também wanderley ! Agora, que ele tem uma cara desafado, tarado!!!, isso ele tem. Vai ver q o garanhão está necessitado. Com certeza a cadeia deve ter feito ele esfriar bastante. 😄

  • Foi errado (acredito que na emoção, ato impensado), ela deveria perdoar.

  • Otário! Enche a cara e acha que pode beijar, pegar na mulher que estava lá trabalhando. Tem mais que se ferrar pra dar o exemplo.

  • O que o cidadão fez com a repórter obviamente foi errado, mas… Se fosse uma mulher que achasse um repórter do sexo masculino bonito e fosse lá e o beijasse, haveria esse escarcéu todo? Certeza que NÃO! É muito mimimi, e se eu gostasse de mimimi, compraria um gato gago! #SRN

  • É isso aí dreda! 👏👏👏👏👏 Que sirva de exemplo!

  • Tem que ser preso sim. Nada de relativizar. Não tem nada a ver direita e esquerda. Esse ot´ario cometeu o crime de assédio. Ele estava lá com o filho, ensinando a próxima geração de assediadores. Se o pai não educa, a polícia vai educar. Que sirva de exemplo pelo menos para o filho dele, que viu o pai ser preso. Queria ver se ele faria isso se estivesse levando a filha adolescente ao estádio. E é por motivos como esse que eu evito levar minha filha, por mais que ela peça.