Com 11 mil vendidos, Conmebol ‘distribui’ ingressos gratuitos para final da Libertadores

Sócios de time local compram um ingresso e ganham gratuitamente outro


O Flamengo ainda tem dois compromissos pelo Campeonato Brasileiro, contra América-MG e Santos, nesta sábado (22) e na terça-feira (25), respectivamente, antes da final única da final da Libertadores da América, diante do Athletico-PR. A Conmebol, no entanto, só pensa no torneio continental e tenta encher o estádio Monumental Isidro Romero Carbo.

A Confederação Sul-Americana de Futebol está dando um ingresso gratuito aos sócios do Barcelona de Guayaquil (EQU) que comprarem um bilhete. Ou seja, o associado adquire um tíquete e ganha o outro. O plano é, pelo menos, encher o palco da finalíssima.


As melhores ofertas para produtos do Flamengo: aproveite desconto e brindes!


Somente 11 mil ingressos foram vendidos, até então, para a final da Libertadores da América. Por isso, a Conmebol analisa uma estratégia para não deixar vazio o estádio da decisão. A informação foi publicada inicialmente pelo portal Goal. Importante lembrar que a Confederação distribuirá cortesias para patrocinadores, influencers e outros profissionais de futebol.

Sobre os ingressos distribuídos de forma gratuita, os sócios antes, como dito, têm que comprar um bilhete, que está custando 85 dólares (cerca de R$ 438 na cotação atual). Esta quantia, porém, pode ser dividida entre dois associados, tendo em vista que um outro tíquete será recebido sem a necessidade de novo investimento financeiro.

Os torcedores de Flamengo e Athletico-PR, finalistas da competição, têm que pagar 142 dólares (algo em torno de R$ 732,65) por um único ingresso. Devido aos valores elevados, além da logística ruim para chegar a Guayaquil, a procura pelos bilhetes vem sendo menor do que o esperado.

Não à toa, o Flamengo estima que cerca de 15 mil flamenguistas estejam presentes no estádio, enquanto o Athletico-PR estipula algo em torno de 2 mil torcedores. Assim, a Conmebol tenta atrair outros adeptos, inclusive equatorianos, para dentro do estádio no dia 29 de outubro, data do jogo, para não deixar esvaziado o palco da partida. A final única terá início às 17h (horário de Brasília).

Veja também

  • Eu quero que a CONMEBOL se foda. Estão achando o que? Cara, porque os energúmenos não esperam a semifinal para decidirem estádio? Ah, mas mesmo assim de eles quisessem, dava para mudar para o Brasil. Mas o dinheiro que eles achavam que iriam ganhar, foi ralo abaixo. Infelizmente não veremos o grande grito rubro-negros do Rio, mas verei a CONMEBOL se foder. Kkkk

  • Essa Conmebol tem q se fuder tá achando q aqui é Europa q vc pega um trem e chega em qualquer outro país, essa decisão tinha q ser n Brasil e além do mais tem q raciocinar quanto as condições de vida dos latinoamericano e coloca um preço absurdo. Tomra tomara que se fodam.

  • A mané da comebol tem de mapear a logística dos países antes de escolher o local. Tipo fazer de conta que são profissionais e vivem de futebol. Além de só fazer num país neutro se a final for entre times de países diferentes. Também tem de ser menos olho grande.

  • FIASCO DESTA FINAL DA LIBERTADORES DE 2022, FALTA DE VISÃO E PLANEJAMENTO PARA O JOGO MAIS IMPORTANTE DA AMÉRICA.

  • Importante lembrar que a Confederação distribuirá cortesias para patrocinadores, influencers e outros profissionais de futebol.
    Ah claro, so pra quem pode pagar.

  • Esse é o resultado da monumental estupidez da Conmebol. Final entre 2 times brasileiros num país de merda, de difícil acesso, sem voo direto, sem estrutura hoteleira e preço dos ingressos nas alturas. O que a Conmebol esperava na sua burrice crônica? Porque não fazer no Brasil com tantos estádios padrão fifa e garantia de lotação esgotada?

    Tomara que se foda.

Comentários não são permitidos.