Jornalista crava acerto de Vítor Pereira com o Flamengo

Vítor Pereira aceitou proposta do Flamengo


O Flamengo já tem um treinador para comandar a equipe na temporada de 2023: o português Vítor Pereira. O Rubro-Negro enviou uma proposta de dois anos de contrato, com valores que giram em torno de 4 milhões de euros (cerca de R$ 22 milhões na cotação atual), e o ex-técnico do Corinthians aceitou os termos.

Segundo o jornalista André Hernan, a negociação entre Flamengo e Vítor Pereira avançou rapidamente durante a madrugada, após Dorival Júnior anunciar a saída do clube rubro-negro. O português conversou com a família e a comissão técnica sobre a proposta do Mais Querido, que foi visto como positiva e de bom agrado para as partes envolvidas.


Camisas do Flamengo, acessórios e muito mais: compre e ganhe brindes na melhor loja online do Mengão!


Vítor Pereira foi o treinador do Corinthians na temporada de 2022. O português ficou à frente do time paulista em 43 partidas, alcançando 26 vitórias, 21 empates e 17 derrotas, permanecendo com um aproveitamento de 51%. O técnico, inclusive, foi eliminado pelo Flamengo nas quartas de final da Libertadores da América e na final da Copa do Brasil, terminando a campanha na equipe de Itaquera sem títulos.

Sob o comando do Flamengo, Vítor Pereira terá a oportunidade de conquistar títulos, visto que o Rubro-Negro irá disputar sete campeonatos em 2023. São eles: Brasileirão, Carioca, Copa do Brasil, Libertadores da América, Supercopa do Brasil, Recopa Sul-Americana e Mundial de Clubes. Desta forma, o treinador português está animado e otimista em realizar um bom trabalho à frente do Mais Querido.

Veja também

Participe da conversa

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • O grande problema do Flamengo, é que o time não tá acostumado com um técnico mais duro, que cobre mais do time, e isso pode levar o time ao fracasso na próxima temporada. Dorival não tinha o time na mão, o time é que tinha o Dorival na mão, nas finais o que prevaleceu foi a sorte, coisa que Renato têve!