EXCLUSIVO | Caixa desmente ‘veto’ à construção de estádio do Flamengo

Caixa Econômica afirmou que estudos de viabilidade sobre a construção do estádio ainda estão em andamento


Por: Nathalia Coelho e Bruno Villafranca

O Flamengo segue determinado em construir um estádio próprio. O alvo do Mais Querido é o terreno do antigo Gasômetro, no Porto Maravilha. Depois de circular rumores de que a Caixa Econômica, que é dona do local, havia vetado a construção da arena rubro-negra, a entidade desmentiu a informação.

Em contato exclusivo com a reportagem do Coluna do Fla, representantes da Caixa Econômica ressaltaram que os estudos envolvendo a possibilidade do Flamengo construir um estádio no Porto Maravilha ainda não foram concluídos. Desse modo, não existe decisão para o caso até o momento, ou seja, não houve veto.


Clique aqui e ganhe R$50 de bônus para jogar no galera.bet


VEJA NOTA ENVIADA AO COLUNA DO FLA:

Com relação ao interesse do Flamengo em construir um estádio no terreno onde ficava o antigo Gasômetro do Rio, a CAIXA informa que o estudo de viabilidade técnica ainda não foi concluído, motivo pelo qual não é possível emitir qualquer juízo de valor sobre a proposta do clube. O banco trabalha em comum acordo com o Rio de Janeiro para a plena revitalização e desenvolvimento da região do Porto Maravilha.

Vale ressaltar que a área do Antigo Gasômetro é bem localizada e fica na região central do Rio de Janeiro, contando com 116 mil metros quadrados. O terreno pertence ao Fundo de Investimento Imobiliário Porto Maravilha, administrado pela Caixa Econômica Federal.

Veja também

Participe da conversa

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • O cara torce pra um time que tem o vermelho como uma característica e fica nesse papinho político de os “vermelhos”. Esse país tá doente…muito doente!

  • Digo: “…não se configurou a continuidade…”

  • Já que tudo até aqui não passa de conjecturas, vou fazer a minha:
    A partir do momento que não se configurou a não continuidade do atual governo, todas as influências para que a CEF facilitasse o negócio com o Fla tiveram uma modificação no sentido contrário.
    Acontece que, os responsáveis pela Entidade CEF são profissionais dedicados ao bom desempenho financeiro e social do banco, de forma que essa prioridade se sobrepõe à possíveis atendimentos a demandas políticas.
    Por isso, as divulgações sobre veto não passaram de novas fake news plantadas pelos mesmos que difundem que o comando do Brasil ainda sofrerá uma virada de mesa. SQN

  • Chora não bosonarista,os bilhões que vc fala estão sendo cortado aí no governo e a bomba o bosonarro já armou e o empréstimo consignado vai explodir nas mãos dos pobres em 2023

  • Eu acreditaria e confiaria numa análise técnico-financeira isenta da Caixa, se não houve mudança no comando da Caixa, pois uma coisa que ficou MUITO claro para TODO brasileiro inteligente é que com o Bolsonaro no governo, as estatais que davam bilhões de prejuízo, passaram a dar bilhões de lucro, mas os jumentos que apoiam o ladrão-descondenado não enxergam e tentam igualar esse governo ao do corrupto-ladrão. Mas, ainda estão rolando os dados… Tenho fé que esse estádio sairá, no Gasômetro. É uma boa oportunidade de revitalização de toda a área. SRN

  • Tem umas figuras aí no chilique, à beira de um ataque de pelanca por causa de resultado de eleição, como se o c9rrupt9 do Bozo, um s4f4do que é botaguense e palmeirense, e que tentou agradar possíveis gados aqui no Flamengo, ao querer vincular sua imagem suja ao clube. Estão acostumados com os jeitinhos e falcatruas do Bozo, mas o assunto está e estará sendo visto apenas pelo lado técnico-financeiro. O que tiver que ser, será.

  • Essa imundiça desse molusco é capaz de doar o terreno pro Curica ao invés de vender ao Mengão… depois dessa palhaçada dessa eleição abandonei essa ideia do Gasometro.

  • Podem esquecer. Os vermelhos, ao assumir, vão destilar ódio e vingança sobre os conservadores. Faz um L. Relaxa e goza.