Flamengo terá palestra sobre SAF na quarta-feira: “Precisamos entender o contexto”

Flamengo quer estudar cenário nacional atual e futuro para decidir qual modelo adotar daqui a alguns anos


As finanças do Flamengo vão muito bem, obrigado. Porém, engana-se quem pensa que a atual diretoria está fechada para novos modelos de gestão. Isso porque, o Rubro-Negro está analisando a movimentação dos clubes brasileiros, que estão se tornando empresas. Por isso, o Fla organizou palestra para entender melhor as “SAF’s.

Sociedade Anônima do Futebol (SAF) é um modelo especial de constituição de empresas voltada para o futebol no Brasil, em que clubes optam por adotar seja para sanar dívidas ou para crescer esportivamente. Na tentativa de procurar entender todo o contexto nacional, o Flamengo marcou para a próxima quarta-feira (07), das 18h30 às 20h30 (horários de Brasília), uma palestra quanto ao tema.

Flamengo convoca conselheiros para palestra sobre SAF’s (Foto: Divulgação/Flamengo)

Referência em direito desportivo dentro do futebol mundial, o advogado Marcos Motta será o responsável por dar a palestra. Os conselheiros já receberam o convite para participar do evento, e a convocação foi feita por Luiz Eduardo Baptista, presidente do Conselho de Administração do Flamengo. BAP, como é mais conhecido, explicou o motivo da apresentação.

O Flamengo pretende entender o contexto que está acontecendo no mundo do futebol com a criação de empresas, que no Brasil têm sido mais conhecidas como SAF’s. Não vai ser a primeira palestra, fizemos uma falando sobre a condição econômico-financeira dos demais clubes com o Fernando Ferreira, da Pluri. Ele falava como alerta da importância que a SAF’s podem ter no futebol mundial, em especial no Brasil nos próximos 10 anos, e o Flamengo não pode estar alheio a isso -, disse o dirigente, em entrevista ao GE.

Importante citar, contudo, que o Flamengo não pretende adotar – ao menos por enquanto – o modelo de SAF. O Rubro-Negro, por outro lado, deixa em aberto a possibilidade para que, no futuro, o Fla consiga um alto investidor e venda alguma porcentagem do clube, mas como “parceria“, descartando deixar o Mengão nas mãos de empresários.

Veja também

Participe da conversa

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • Embora não seja a favor de “vender” o Flamengo, eles têm razão: temos que acompanhar esses novos tempos e entender a SAF neste sentido. Senão, ficamos para trás mais uma vez…

  • Esse BAP agora quer vender o Flamengo.
    Eu não vou torcer para empresário nenhum.
    EU SOU FLAMENGO !!!!!!!