Victor Hugo revela qual foi o ‘principal jogador’ do Flamengo no primeiro ano como profissional

David Luiz deve renovar contrato com o Flamengo ainda este ano


A temporada do Flamengo encerrou com os títulos da Copa do Brasil e da Libertadores. O ano glorioso do grupo rubro-negro aconteceu, em grande parte, pelas figuras importantes dentro do time. Victor Hugo, Cria do Ninho, entrou para o elenco profissional no início de 2022. O jogador de 18 anos percebeu como a liderança de David Luiz fez diferença para o início de carreira do jovem, além do apoio para o resto da equipe.

— O David é um cara fantástico. Eu acredito que ele foi o principal jogador para mim. Ele foi o que mais me ajudou nesse início de carreira. Principalmente na troca de treinador. Eu estava jogando, mas eu tive aqueles pensamentos: “Será que eu vou continuar aqui? Vou voltar para a base?” -, declarou Victor Hugo, antes de completar:

— Eu cheguei nele e conversei com ele. Ele me passou tranquilidade e confiança, me deu vários conselhos. Ele faz isso desde o primeiro dia que eu subi. Mas não é só comigo, é com todo mundo que está subindo. Ele é um cara que tem uma preocupação de verdade, ele quer o nosso bem e o nosso melhor. Ele me ajudou muito. É o paizão -, revelou o jovem atleta, em entrevista ao GE.


As melhores ofertas para produtos do Flamengo: aproveite desconto e brindes!



David Luiz utiliza a experiência para acolher e ensinar os jovens rubro-negros que integram a equipe profissional. Multicampeão no futebol europeu, o zagueiro exerce papel de liderança dentro e fora de campo no Flamengo, além do excelente desempenho dentro das quatro linhas. O atleta de 35 anos, inclusive, negocia junto aos empresários a renovação com o Mais Querido, já que o contrato com o clube rubro-negro encerra em dezembro deste ano.

O jovem Victor Hugo, por outro lado, começou a atuar pelo profissional nesta temporada e, até agora, soma 37 partidas pelo Flamengo. O jogador de 18 anos balançou as redes em três oportunidades e concedeu quatro assistências aos companheiros. Dos pés do Cria do Ninho é que saiu um tento e um passe para gol contra o Altos-PI na Copa do Brasil, que colaborou para a conquista do tetracampeonato do torneio mata-mata nacional, seis meses depois.

Veja também

Participe da conversa

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *