Após invasão de campo e paralisações, árbitro dá 5 minutos de acréscimos em jogo do Flamengo

Flamengo e Madureira não saíram do 0 a 0 em Cariacica, no Espírito Santo


O terceiro jogo do Flamengo na temporada foi recheado de contratempos. Nesta quarta-feira (18), o Rubro-Negro encarou o Madureira e não saiu do 0 a 0, pela segunda rodada do Campeonato Carioca. No entanto, na partida em Cariacica, no Espírito Santo, houve atraso para a bola rolar, invasão de campo e paralisações. Mesmo assim, no segundo tempo, o árbitro do duelo deu apenas cinco minutos de acréscimos.

Quem apitou o jogo entre Flamengo e Madureira foi Grazianno Maciel. O árbitro precisou esperar a ambulância trocar as medicações antes de iniciar a partida. Isso porque, a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), exigiu a reposição de remédios vencidos. Em seguida, os acréscimos de seis minutos foram dados no primeiro tempo. Na segunda etapa, o juiz, no entanto, ‘roubou a cena’.

Devido ao forte calor no Estádio Kleber Andrade, Grazianno permitiu parada para hidratação. Na sequência, um torcedor invadiu o gramado e foi barrado pelos seguranças. Com mais de seis minutos de jogo paralisados, já contando as dez substituições de ambas as equipes, o árbitro deu apenas cinco minutos de acréscimos, revoltando os flamenguistas presentes em Cariacica.

Agora, depois do empate em 0 a 0 com o Madureira, o Flamengo perde o aproveitamento perfeito, mas a caminhada no Campeonato Carioca segue a todo vapor. O próximo compromisso do Mais Querido já tem data e hora marcada. O Rubro-Negro encara o Nova Iguaçu, às 16h (horário de Brasília) do sábado (21), no Maracanã, pela terceira rodada. Vítor Pereira, inclusive, antecipou na coletiva no Espírito Santo que vai com time principal.

Veja também

Participe da conversa

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • País em desenvolvimento… Putz!!!