6 jogos depois, Sampaoli não é ‘obrigado’ a fazer substituição por problema físico no Flamengo

Flamengo de Sampaoli convive com alterações devido a questões físicas


Por: Leo José

O Flamengo não agradou a maior parte da torcida rubro-negra ao ficar no 1 a 1 com o Ñublense (CHI) na última quarta-feira (24), pela quarta rodada do Grupo A da Libertadores. Entretanto, Jorge Sampaoli teve um pequeno motivo para comemorar: após seis jogos, o técnico argentino não precisou fazer alguma substituição por problema físico no Mais Querido.

O treinador argentino fez três alterações no decorrer do jogo contra o Ñublense: saíram Filipe Luís, Varela e Vidal para as entradas de Ayrton Lucas, Victor Hugo e Erick Pulgar. Todas as três substituições foram por escolha técnica de Sampaoli, sem nenhuma necessidade de mudança por problema físico, o que não acontece desde a partida diante do Racing (ARG).

Diante do time da Argentina, também pela Libertadores, Sampaoli tirou Pedro, Vidal e Everton Ribeiro para colocar Bruno Henrique, Arrascaeta e Everton Cebolinha. Nenhuma das três mexidas tiveram algum problema físico como causa. Ao contrário, o treinador do Flamengo fez as substituições por opção técnica.

Após o jogo contra o Racing, o Flamengo enfrentou Athletico-PR, Goiás, Bahia, Fluminense e Corinthians. Em todas as cinco partidas, Sampaoli precisou fazer, ao menos, uma substituição por problema físico. O fato ‘gritante’ dessa sequência foi o embate contra os baianos, onde o argentino teve que promover todas as cinco mudanças devido a questões físicas com Matheus Cunha, David Luiz, Thiago Maia, Everton Cebolinha e Matheus França.

Agora, o Flamengo de Sampaoli espera não ter novos problemas físicos no elenco. Isso porque, para o próximo jogo, contra o Cruzeiro, as presenças de Everton Ribeiro e Arrascaeta ainda não estão garantidas. Lembrando que a partida entre Fla e o time mineiro acontece às 18h30 (horário de Brasília) deste sábado (27), no Maracanã, pela oitava rodada do Brasileirão. O Coluna do Fla transmite o embate AO VIVO, via YouTube.

Veja também

Participe da conversa

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • Claro! Os principais já estavam vetados no DM…