Em baixa no Flamengo, Gabigol vai para 4° jogo seguido na reserva

Compartilhe com os amigos

Gabigol entrou do decorrer dos jogos contra São Paulo, Bahia e Corinthians


O Flamengo se prepara para enfrentar o Cruzeiro, nesta quinta-feira (19), pela 27ª rodada do Campeonato Brasileiro. Antes de embarcar para Belo Horizonte, o técnico Tite comandou, nesta quarta (18), o último dia de atividades no Ninho do Urubu, onde esboçou o time titular sem a presença de Gabigol.

Vivendo a fase mais questionável desde a chegada ao Flamengo, Gabigol passou a frequentar a reserva e foi titular em apenas dois dos últimos seis jogos. Cotado para ser suplente em duelo com o Cruzeiro, o camisa 10 pode completar quatro partidas seguidas fora dos 11 iniciais.

Vale destacar que, apesar de ter ficado na reserva, Gabigol entrou nas últimas três partidas do Flamengo. Contra o São Paulo, o camisa 10 foi a campo somente aos 30 minutos do segundo tempo e terminou o jogo sem conseguir uma finalização contra o gol rival, quando o time carioca ainda tinha Jorge Sampaoli no comando.

Contra o Bahia, com Mário Jorge como interino, após a demissão de Jorge Sampaoli, Gabigol atuou só por 25 minutos depois de sair do banco. Já no embate com o Corinthians, o atacante entrou em campo aos 18 da etapa complementar. O atleta, desse modo, tem ganhado chances apenas no segundo tempo dos compromissos.

Os últimos treinos de Tite indicaram um ataque formado com Pedro e Bruno Henrique. Assim, esta será a primeira vez que Gabigol ficará no banco por quatro jogos consecutivos desde que chegou ao Flamengo, em 2019. A última vez em que iniciou como titular foi contra o São Paulo no Maracanã, no dia 17 de setembro, na primeira partida da final da Copa do Brasil.

O JOGO

Com Gabigol à disposição, o Flamengo se prepara para medir forças com o Cruzeiro. A partida será realizada a partir das 19h (horário de Brasília), no Mineirão, pela 27ª rodada do Campeonato Brasileiro. O duelo terá a transmissão mais rubro-negra da internet, no YouTube do Coluna do Fla. O Premiere, em canal fechado, exibe o embate.

Compartilhe com os amigos

Veja também

Participe da conversa

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • Ele optou por ficar marombado e jogou no lixo sua mobilidade. Mudou o corpo, não vai reencontrar seu futebol, seja com o treinador que for. Não suporta o peso da própria bunda, parece um veterano Futebol é momento. A torcida agradece muito, mas já deu. LIL GABI precisa ser negociado antes que lance novo álbum e turnê…….

  • A culpa por ter ido parar no banco é unicamente dele. Hj em dia só quer saber de festinhas e baladas, além de lançar musiquinha nova a cada fim de semana e focar em tudo, menos em jogar futebol. Deixou de ser Gabigol pra ser “GabiPERDEgol” e Lil Gabi. Por algum tempo, achou que era maior do que o clube e seus 45 milhões de torcedores, e está mostrando que não é. A torcida, que o idolatrava, passou a questioná-lo e ele parece sem forças, ou sem vontade, de reverter a situação.

    Ainda é novo e tem muito carvão pra queimar. Agora o treinador é outro, e com esse não dá pra manter as panelinhas e nem fazer beicinho e receber carinho da “Morsa” e do “Vesgo”. Quando voltar a focar no futebol, talvez melhore e recupere parte do que já perdeu. Se continuar com essa postura, não sai mais do banco. A escolha é dele.

  • Daqui a pouco vai ficar de biquinho,por está no banco……e olha que o Pedro está numa fase muito ruim,mais o Gabriel está muito mais muito pior mesmo…….me parece sem foco,mais preocupado com a musica do Lii gabi

  • fora CANTOR, JOGADOR APOSENTADO