Viu essa? Comentarista critica Juninho Pernambucano: “Ele acha que é bom”

Juninho Pernambucano vem causando uma polêmica atrás da outra com a torcida do Flamengo. Nesta sexta-feira (30), o ex-jogador afirmou que Renê é vítima de preconceito no Fla. O assunto fora debatido no programa Resenha Ao Vivo, da TV Coluna do Flamengo, e o comentarista Fabricio Chicca não poupou o ex-vascaíno de críticas. Segundo Chicca, Juninho é um profissional de médio para medíocre, que “se acha bom” e no momento em que aparecer um ex-atleta que se expresse melhor, ficará em seu lugar.

Não tem muito o que falar a respeito disso. Agora, o Juninho tem alguns problemas. O Juninho é um comentarista de médio para medíocre, ele não tem nada que o faça se destacar, em termos de conhecimento de futebol. Ele acha que é bom comentarista porque fala melhor que a maioria dos jogadores de futebol, apesar de ainda cometer vários erros de português. No momento em que aparecer um comentarista ex jogador que fale melhor que ele, ele será colocado de lado —, disse Fabricio.

O comentarista ainda foi além e disse que tudo não passa de estratégia para que Juninho possa manter o emprego, cativando as torcidas rivais por falar mal do Mais Querido. Fabricio finalizou afirmando que o ex-camisa 8 do Vasco está expandindo sua mediocridade.

Ele está usando uma estratégia para se manter como comentarista que é pegar no pé do time do Flamengo, pois ele vai ter suporte de todas as outras torcidas, principalmente do Rio de Janeiro. O Juninho está cavando uma oportunidade de expandir a mediocridade dele, de uma maneira que ele consiga manter o emprego. É a única maneira que consigo entender uma declaração onde fala de preconceito onde não tem —, finalizou o comentarista.

Antônio Augusto Ribeiro Reis Júnior, conhecido popularmente como Juninho Pernambucano, é comentarista dos canais Globo e, desde que se aposentou da profissão de jogador, vem causando polêmicas com os seus comentários muitas vezes dúbios. O Flamengo se manifestou publicamente após os comentários do ex-meio-campista sobre Renê (Clique aqui para ler).

Acompanhe estes e mais comentários, ao vivo, na Tv Coluna do Flamengo e inscreva-se no canal. Têm programas inéditos e exclusivos para você curtir e se deliciar com a família flamenguista, como: o Redação Rubro-Negra, às 12h30, de segunda a sexta, o Papo Reto, toda segunda-feira, às 22h, e o Resenha Ao Vivo, de terça a domingo – com exceção em dia de jogos -, às 20h. Durante as partidas do Mais Querido, você também pode acompanhar a narração e comentários, ao vivo, no canal que foi feito para você, torcedor do Mengão.

Assista o programa na íntegra:

Veja também

  • Esse Juninho é ridículo, agora ele quer impor preconceito na torcida do Flamengo, falar que o Renê não é escalado pq é feio e nordestino é um preconceito dele mesmo, e não da nação. O Renê é muito ruim, isso sim, tanto que quem o trouxe nem no clube está mais.Ao cagar pela boca, como ele fez, demonstra não conhecer a história do mengão, que por ser um clube de massa, sempre aceitou todos os tipos de pessoas, Nordestino, sulista, negro, branco, pobre ou rico.

    SRN

  • A emissora deve estar até gostando desta polêmica, pois usa-se o CRF e seu insofismável tamanho, já visando o próximo evento, no caso a Copa do Mundo, onde o tal JP deverá estar de “comentador” daqueles jogos intermediários. Tudo muito claro, tudo muito estratégico. All Business!.
    SRN

  • Não aguento mais ouvir essa bosta do pernambucano.

  • Ele é ruim mesmo e acho que não deveria mais dar espaço para ele. Simples, E se ele insinuou isso, que na justiça com um processo ou ignorem esse RUIM MESMO, nem mediano é. O pior comentarista da globo disparado meu, é ruim pra porra. Não vamos mais dar trela para ele. Pronto.

    • Esse Juninho Lambeocano ja está na hora de ser censurado

  • Esse juninho deveria se ocupar a comentar assuntos do vasco todos nós sabemos que tem mágoa desde jogador, pois sabemos que o MENGO, é o maior vencedor no Rio em todos o esportes, ele so quer aparecer citando o nome do FLA

Comentários não são permitidos.