Presidente do Madureira relata rotina do elenco durante paralisação: “Estão jogando pelada, dirigindo Uber”

FOTO: DIVULGAÇÃO/FLAMENGO

A Ferj se reuniu na tarde da última terça-feira (05) com dirigentes das equipes de menor investimento do Rio de Janeiro. Rubens Lopes, presidente da entidade, tem buscado diálogo com a prefeitura e com o Governo do Rio para possibilitar a retomada das atividades. Em contato com o Globoesporte.com, o presidente do Madureira, Elias Duba, relatou a rotina dos atletas do clube após a paralisação do futebol.

Falei com alguns jogadores e avisei que podem voltar quando pudermos concluir o campeonato. Os jogadores estão jogando pelada, dirigindo Uber, trabalhando em outros serviços. É mais seguro do que estarem entre grupo testado com toda a segurança que a gente está propondo? -, questionou o mandatário, prosseguindo:

A Ferj está tomando todas as medidas possíveis de segurança. Também acho que podemos esperar mais uma ou duas semanas. Mas temos que voltar assim que for permitido -, afirmou.


Quem será o próximo a perder para o Mengão? Saiba como lucrar com previsões esportivas!


Durante a reunião com a Ferj, os clubes pequenos afirmaram que farão o que for possível para retomar as atividades. Os únicos obstáculos são os decretos dos órgãos públicos do Rio, que já se posicionaram de forma contrária ao assunto. O Flamengo, também a favor da volta, diz ter respaldo jurídico para reabrir o Ninho do Urubu.