Marcos Braz reconhece importância do psicólogo mas destaca: “Não temos desde abril do ano passado, e depois ganhamos tudo”

FOTO: MARCELOS CORTES/FLAMENGO

Nesta quinta-feira (05), o vice-presidente do Flamengo, Marcos Braz, concedeu uma entrevista coletiva no Ninho do Urubu e respondeu algumas perguntas da imprensa. A equipe de reportagem do Coluna do Fla questionou ao dirigente sobre o trabalho psicológico feito nos jogadores. Braz respondeu que a figura do psicólogo é de fundamental importância mas declarou que o clube não trabalha com esses funcionários nos elenco titular desde abril de 2019.


Aproveite a boa fase do Flamengo para lucrar!


– A gente acha importantíssimo a figura do psicólogo e estamos com eles na base. Eles são fantásticos e trabalham exaustivamente para que possamos estar bem, até pelos momentos conflitantes em que eles (jogadores) vivem. Não temos psicólogos no profissional desde abril do ano passado, e depois desse período ganhamos tudo e fomos vice-campeões do mundo.

– Entendemos a importância do funcionário para a base, mas os jogadores, eu acredito, que não necessitam dessa questão. Se entendêssemos que precisasse, contrataríamos na hora, mas não temos nenhum que precise nesse momento. – finalizou.

Virando a chave, o Mais Querido mira a liderança do Campeonato Brasileiro. Para isso, tem que vencer o Atlético Mineiro neste domingo (8), fora de casa. O Fla deve ter retornos importantes e, vale lembrar, que perdeu no primeiro turno para equipe mineira por 1 a 0, no Maracanã. Portanto, além do a liderança, vale como um troco pelo resultado do primeiro jogo.

Veja também

Participe da conversa

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • Jura que não tinha? O Jorge Jesus pediu, e foi atendido, com a chegada de um coach que trabalhou com ele anteriormente. Não lembro o nome do cara, mas era também psicólogo. O coach, profissão que é estigmatizada pela quantidade de profissionais ruins, trabalha justamente a mente do seu aluno pra se preparar pra situações específicas. Então de certa forma o Flamengo do Jorge Jesus tinha sim um psicólogo. Só que o nome do cargo era diferente e a sua função era mais ampla de um trabalho em grupo que uma função individual como se faz em sessões de terapia convencional.

  • Acho que o BH precisa de um psicólogo, pra falar pra ele parar de ser achar a última bolacha do pacote e começar a jogar pelo time.

  • FAZEMOS DESBLOQUEIIO DOS CANAIS PREMIERE, TELECINE, HBO, COMBATE E CANAIS ADULTOS PARA ASSINANTES DE TV POR ASSINATURA DE QUALQUER LUGAR DO BRASIL E TAMBEM REDUZIMOS O VALOR DA FATURA
    SÓ PAGA DEPOIS QUE O SERVIÇO FOR FEITO
    WHATSAP 11967425209